Tailândia distribui camisinhas e oficializa o exersexo

Editor do UOL Tablóide

É como o Rio de Janeiro do Pan: tudo muda para continuar o mesmo.

Em Bangcoc, o evento chama-se Universíade, uma espécie de Olímpiada universitária, em que 10 mil jovens atletas participam de uma competição renhida em busca de medalhas.

Durante 11 dias, atletas de mais de 160 países vão disputar competições de atletismo, basquete, esgrima, futebol, ginástica, judô, saltos, softbol, tae kwon do, tiro e pólo aquático, além de esportes tradicionais locais, como o boxe tailandês ou "muai thai", o "takraw", uma espécie de futevôlei jogado com uma bola feita de bambu, a luta com espadas e outras artes marciais.

Mas a Tailândia sabe que um outro esporte, para o qual não há medalha, mas que garante muita emoção, também estará na ordem do dia.

Os organizadores resolveram distribuir camisinhas para os atletas. Demostrando alto grau de realismo, eles explicaram que é impossível que os desportistas, todos na faixa dos 18 aos 28 anos, não pratiquem relações sexuais durante o evento. Assim, pelo menos pretendem garantir que o sexo seguro na capital tailandesa, conhecida por seu turismo sexual.

Ou seja, está oficializado o exersexo, a mistura saudável de exercício e relacões sexuais.

O Editor do UOL Tablóide, que não passa de um amador, gostaria de trabalhar menos, para ter tempo de praticar mais esportes.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos