Atrás de todo político corrupto existe uma amante, afirmam os chineses

Editor do UOL Tablóide

Quase todos os políticos de alto escalão da China, destituídos dos seus cargos por corrupção, com status de ministro, tinham amantes, afirmou nesta segunda o jornal Notícia de Pequim.

"Entre os 16 altos funcionários corruptos, cerca de 90% (14), tinham uma amante, alguns mais de uma, como o ex-secretário do Partido Comunista de Xangai, Chen Liangyu, e o ex-prefeito de Pequim, Liu Zhihua", assegura o artigo relacionado a exposição oficial inaugurada em Pequim sobre a repressão e a prevenção da criminalidade entre os cargos executivos.

"O ex-dirigente do Escritório Nacional de Estatísticas Qiu Xiaohua não só tinha uma amante, como teve um filho com ela, cometendo o crime de bigamia", acrescenta o jornal.

Dos 16, dez estão envolvidos com atividades ilegais relacionadas ao setor imobiliário.

O Editor do UOL Tablóide, cuja mentalidade científica é reconhecida nos meios sociológicos, acha que a hipótese deve ser submetida a uma contraprova: ou seja, é preciso verificar a medida em que os políticos considerados honestos também, no campo sentimental, prevaricam.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos