Locutora do metrô londrino faz piada e perde o emprego

da Reuters

Uma locutora oficial do sistema de metrô de Londres foi dispensada por ter usado a voz para dizer mensagens ridicularizando os passageiros.

A locutora Emma Clarke, 36, gravou os anúncios no mesmo tom suave com que adverte milhões de passageiros com a mensagem "Mind the gap" (Cuidado com o vão) no sistema de metrô londrino e os publicou em sua página na Internet. Entre as mensagens estavam:

  • "Gostaríamos de lembrar nossos amigos, os turistas norte-americanos, que vocês certamente estão falando alto demais."

  • "Por favor, o passageiro de camiseta vermelha que está fingindo ler o jornal mas que na verdade está encarando os seios daquela mulher, por favor pare. Você não está enganando ninguém, seu pervertido nojento."

  • "Passageiros que estão fazendo Sudoku por favor admitam que eles não passam de palavras cruzadas para gente sem imaginação, e que não impressionam mais só porque contêm números."

  • "Aqui estamos novamente, apertados dentro de um vagão suado do 'Tube' ... Se você for mulher, sorria para o cara perto de você para ele ganhar o dia. Ele provavelmente não faz sexo há meses."

    Clarke disse que eram só umas piadas, mas a Transport for London, que opera o metrô, não viu graça nenhuma e dispensou seus serviços, depois de oito anos.

    Reportagem de Peter Griffiths
  • Receba notícias do UOL. É grátis!

    Facebook Messenger

    As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

    Começar agora

    Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

    UOL Cursos Online

    Todos os cursos