Cientistas russos negam que cosmonautas tenham praticado sexo no espaço

Da EFE

No espaço não rola kama sutra. Pelo menos foi o apontado por cientistas russos ao desmentirem hoje um artigo do jornal britânico "The Guardian" —publicado no ano 2000, mas que voltou às rodas de conversa do país da vodka—, segundo o qual cosmonautas da Rússia e também astronautas dos Estados Unidos teriam testado quais posições sexuais poderiam ser feitas na ausência de gravidade e quais dariam um nó na coluna.

Os cientistas russos negaram totalmente a história, afirmando que nenhum compatriota teria feito amor no espaço e que tampouco tinham informações de que os americanos teriam desempenhado 10 diferentes posições, de 20 sugeridas, enquanto flutuavam entre as estrelas. Chato, não?

Clicando aqui, você pode ler o texto original da agência EFE sobre o fato.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos