Ela chegou de ônibus. E voltou, de carona, com a coroa de Miss Itaquera. Viva a periferia!

Rodrigo Bertolotto | Em São Paulo

Esqueça o roteiro com estadia em hotel cinco estrelas e chegada de limousines em teatro luxuoso de Los Angeles ou Bancoc, onde acontecem concursos de Miss Universo, Miss Mundo, Miss Globo. "Abaixo o internacionalismo e viva a periferia: aqui também tem beleza", grita Jeanne Sanches, uma das organizadoras do Miss Itaquera, eleição que acontece há dez anos nas quebradas de São Paulo.

(O Editor do UOL Tablóide acha que concurso de miss é concurso de miss em qualquer lugar; e acha que o Miss Itaquera também merecia uma cobertura à altura; daí, enviou um repórter de primeira para acompanhar o evento.)
 

COVERS NA PASSARELA
Marcelo Ximenez / UOL
Marília Mariano, cover da atriz Maria Fernanda Cândido, faz de Mogi das Cruzes um verdadeiro "Paraíso Tropical"
Marcelo Ximenez / UOL
O Editor do UOL Tablóide é mesmo versátil e audacioso (além de modesto). Além de entender tudo de mulher, ele mostra agora não ter medo de um trocadilho: melhor que Uma Thurman, só mesmo duas
Marcelo Ximenez / UOL
E aqui o Editor do UOL Tablóide destaca uma dupla de misses pra jurado nenhum botar defeito: "Mariana Ximenez" e "Alessandra Negrini" versão Itaquera
'MINHA VIDA DE JURADO'
DELEITE-SE COM AS FOTOS
MAIS IMAGENS DE MISSES
MAIS SOBRE MISSES
UOL TABLÓIDE

O Miss Itaquera aconteceu em clima família, com mães rechonchudas na platéia e crianças brincando à beira da passarela.

A maioria das 21 candidatas chegou de ônibus ao local de competição, um bufê infantil que imita com fibra de vidro uma gruta com motivos incaicos. Cover da atriz Alessandra Negrini ("Todo mundo fala que sou parecida"), Greyce Marques, 17, embarcou em uma lotação na Cohab 2 com bobs no cabelo.

Ela acabou ficando com o prêmio de Miss Simpatia do concurso, mas chorou ao final: "Meu cabelo não ficou como queria". Foi consolada pelo namorado, que pagou a inscrição e depois se arrependeu em uma crise de ciúme: "Vão ficar olhando para você, falar coisas" (bobagem essa coisa de ciúme, avalia o Editor; a propósito, ser Miss Simpatia não é pouca coisa, não!).

Daniele Oliveira, 16, fez maratona maior neste domingo: pegou ônibus de sua casa até a estação de trem de Poá. Pelos trilhos, foi até Guaianases, fez baldeação para Tatuapé, onde entrou em outro ônibus em direção ao local de competição.

Já Evelyn Nogueira, 17, de Jundiaí, saiu meio-dia de casa, tomou o trem para Francisco Morato, redirecionou-se para a Barra Funda, depois foi de metrô até o Tatuapé para, então, pegar um ônibus (como sempre disse o Editor, vida de miss é realmente muito sacrificada). "No dia do ensaio, eu me perdi e andei quase uma hora até aqui. Minha mãe ficou com bolha no pé", diz a loira de 1,77 m, que já foi miss Várzea Paulista em 2005 (parabéns!) e espera ajuda de R$ 2.000 do prefeito de Campo Limpo Paulista para se inscrever no concurso estadual, que é organizado pela TV Bandeirantes.

Até a vencedora da edição de 2007 não sabia como iria voltar para casa. Afinal, o evento atrasou e terminou depois da meia-noite (nossa, tá parecendo a história da Cinderela!). "Não veio ninguém da minha família. Minha mãe estava trabalhando e meus irmãos são casados e têm compromisso. Preciso de uma carona", afirmava Elena Ralph, 18, com a coroa na cabeça e a maquiagem borrada pelo choro da vitória (sobre ela, o Editor do UOL Tablóide só tem a dizer uma palavra: ma-ra-vi-lho-sa!).

Em seu trono, a negra de 1,82 m de altura e moradora na Vila Carmosina contabilizava seus prêmios: R$ 500 mais um vale de R$ 100 para comprar calçados, um ano de tratamento em salão de estética, um book, um curso de modelo, o posto de destaque em carro alegórico na escola de samba Leandro de Itaquera e a inscrição no concurso municipal —o Miss Itaquera não é classificatório para o Miss Cidade de São Paulo, mas suas últimas três vencedoras levaram também o cetro paulistano.

Era a quarta tentativa de Elena, que contou com a torcida maciça das outras competidoras quando chegou à decisão com Marília Mariano, a forasteira de Mogi das Cruzes e versão da atriz Maria Fernanda Cândido. "Já ganhou, já ganhou", disparavam quando Elena desfilava. Na vez de Marília, a torcida até ensaiou uma vaia (o Editor acha que Marília também é lin-dís-si-ma, e acha que, ainda bem, a vaia não foi para a frente).

Marília tinha no currículo os títulos de rainha dos rodeios de Biritiba e Jacareí e de Miss Milênio, dado por um jornal de Poá e que lhe rendeu como prêmio uma moto, que ela vendeu para bancar a carreira de miss. A mãe diz que a família até tentou desestimular: "Tive que parar um pouco com essa onda. Ela tem que estudar e aprender que existe a lei da gravidade, que tudo vai cair", brinca dona Eliana, mãe da miss.

Marília trabalha na administração da escola infantil em que o pai é o dono e a irmã é a pedagoga. "Lá tem um exemplar do 'Pequeno Príncipe', mas esse eu li na infância", desmistifica a vice-campeã, que agora planeja ser rainha do rodeio de Barretos em 2008.

As candidatas ao Miss Itaquera sonham com o estrelato nacional, tentando sair do roteiro em que já estão mergulhadas: rainha de rodeio, miss periferia, capas de revista de noiva ou de debutantes, recepcionista em feiras e eventos.
 

VIDA DE MISS... E DE MÃE DE MISS
Marcelo Ximenez / UOL
Como diz o ditado, não basta ser mãe, tem de ajudar a desfilar. Adriana fez isso e ainda teve energia pra consolar a filhinha, Natália Froes, e de quebra dar uma de leoa-de-chácara no camarim das moças
Marcelo Ximenez / UOL
Fernanda perdeu o namorado, vítima de leucemia, três dias antes do concurso. Mas não desanimou: levantou no salto alto, sacudiu a poeira do biquíni e caprichou no rímel e no sorriso. Parabéns, Fernandinha!

Simone Borges, 16, venceu o Miss Itaquera de 2005 e entrou para o mundo da "modelagem". Posou de noiva para revista de moda antes de se fingir de debutante. Agora loira e se assemelhando com a atriz Mariana Ximenez, está com mais trabalho. "Quando era morena, não conseguia tanto serviço", afirma a moradora de Cumbica, bairro da vizinha Guarulhos.

O Miss Itaquera se apresenta como primeiro degrau no caminho da fama. "Tem muito concurso boqueta. Colocam a menina de fio dental em cima de uma moto e tem de fazer poses ginecológicas. Aqui é decente. A miss tem que ser solteira e sem filho", advoga Jeanne Sanches, que se apresenta como "maquiadora, babá, massagista e divulgadora" de misses.

Quando saem as finalistas, ela vai acalmar as perdedoras: "Vamos parar de chorar agora", sentencia no meio do berreiro.

Fora o problema com os votos dos jurados, as principais trapalhadas acontecem na primeira aparição das candidatas, nervosas, quando elas têm que se apresentar usando o microfone. O pedestal cai diante de Daniele, que o desliga. Não se houve a voz de Bianca. Já Tatiane derruba o microfone. Laura tem de baixar o equipamento para adaptá-lo a sua estatura. Quando abrem a boca, repetem frases que começam com "eu acredito" e são completadas com "que o belo está no interior", "na paz mundial e no amor ao próximo", "no compromisso com a comunidade", "que a beleza não tem cor".

A mais espalhafatosa das candidatas é Jaqueline Poldi, que conta com uma claque de três amigos bem alegres. Ela se entusiasma, faz poses sexy e até mostra a língua (que gracinha!). Com tanto entusiasmo, acaba se enrolando com a canga no desfile de biquíni. "Vai, Britney", grita a sua torcida particular. Outras excentricidades entre as clássicas misses são a tatuagem na virilha de Bianca, o piercing no umbigo de Tatiane e o aparelho dentário de Bruna.

Entre as mais chorosas, Natália Froes, 15, cai em prantos nos braços da mãe, Adriana, que serviu de porteira do camarim durante todo o evento. A mais revoltada é Valéria D'Arc, 21, rainha do carnaval de Itaquaquecetuba. Na saída do bufê, ela queria saber quais dos jurados tinha dado nota 5: "Qual dos jurados me meu essa nota?"

(O Editor do UOL Tablóide gostou da reportagem e pensa em premiar o repórter; só não consegue, como ele, entender esses jurados...)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos