Dupla leva cadáver a escritório para tentar descontar cheque da aposentadoria

da Redação

Dois homens foram presos depois de terem levado um cadáver a um escritório de pagamentos de Nova York para tentar descontar um cheque da Seguridade Social do morto, segundo a polícia.

Os detidos, ambos de 65 anos, levaram o corpo de seu amigo de 66, em uma cadeira de rodas, para tentar receber por um cheque de US$ 355

Os detidos, David Dalaia e James O'Hare, ambos de 65 anos, foram na terça-feira com o corpo de um outro, de 66 anos, que estava em uma cadeira de rodas, a um escritório de pagamentos de Manhattan, com a intenção de descontar um cheque de US$ 355 (cerca de R$ 628). Segundo testemunhas, eles manuseavam constantemente o cadáver para que ele permanecesse erguido sobre a cadeira.

Ao chegar ao escritório, deixaram o cadáver do lado de fora e tentaram descontar o cheque, enquanto várias pessoas se amontoavam ao redor do morto. Um policial de folga que fazia uma boquinha ali perto viu a cena e entrou em ação.

Um funcionário do escritório que conhecia o morto perguntou por ele e, quando os espertalhões saíram para buscá-lo, foram detidos.

Segundo a autópsia, o dono do cheque tinha morrido por causas naturais.

O Editor do UOL Tablóide, que gosta de se fingir de morto, ficou espantado com a história.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos