Miss Venezuela rezou para todos os santos, enquanto a coroa não vinha

Haroldo Ceravolo Sereza
De Nha Trang (Vietnã)
Pedro Cirne
Em São Paulo

Dois países vizinhos se encontram na forma de duas misses: Colômbia e Venezuela. Uma vai ser a próxima Miss Universo. Elas dão as mãos e começam a falar juntas. O que elas estão fazendo?

"Rezando", explicou a nova Miss Universo, a venezuelana Dayana Mendoza, na entrevista coletiva que concedeu logo após ganhar o prêmio. "Rezamos para Deus, Jesus Cristo, para a Virgem e para todos os santos." Ela também disse ter ficado muito contente de disputar a coroa com um país vizinho.

Dayana, toda de amarelo, usando brincos enormes, disse ter adorado estar no Vietnã. Comparou a estadia aqui a ficar na Venezuela. "A gente sempre tem uma razão para sorrir."

Distribuindo simpatia, disse ainda não tem muito claro que vai fazer neste ano. Questionada sobre o seqüestro que sofreu um ano e meio atrás, ela foi evasiva. Disse que não gosta de compartilhar esta experiência e que esta é uma das razões que a faz querer espalhar a mensagem de que a violência não leva a nada.

Antes da coletiva com a Miss Universo 2008, Riyo Mori, a japonesa que foi dona da coroa por uma ano, também falou com a imprensa. Segundo ela, foi um ano que a fez aprender muito sobre a beleza ocidental e a asiática. Para a nova Miss Universo, ela, questionada a por um jornalista, deu um conselho: "Seja sempre você mesma e faça o melhor, mas não se esqueça que ninguém é perfeito. Seja você mesma e se divirta".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos