UOL Tablóide Critica: os concursos de miss

Editor do UOL Tablóide
Da Redação

  • [creditofoto]

Repare, internauta:

* 13 de abril de 2008: Miss Brasil 2008
* 14 de julho de 2008: Miss Universo 2008
* 26 de julho de 2008: Miss Mundo Brasil 2008
* 4 de outubro de 2008: Miss Mundo 2008

Notou?

Somando-se os maiores concursos internacionais de miss e os maiores concursos nacionais de miss chegamos a: apenas quatro! É muito pouco!

Algo tão interessante, tão esteticamente agradável, que estimula as pessoas a se cuidarem, a terem carinho e atenção por si mesmas, que faz as pessoas sorrirem, que apresenta países que normalmente aparecem poucos... Enfim, algo tão bom acontece apenas quatro vezes por ano!

(Sim, eu sei que há outros concursos, todos também muito divertidos... Mas estou me atendo aos mais conhecidos aqui no Brasil, OK?)

Então, ao pensar na escassez dos concursos de miss, fico pensando em uma chacoalhada no calendário.

Pensei em três sugestões de modelos:

1 - Modelo ATP Tour/WTA Tour
Assim como as organizações que regem os campeonatos de tênis (ATP, os masculinos; WTA, os femininos), poderíamos ter um calendário com concursos de miss ocorrendo quase que semanalmente. Seriam as mesmíssimas misses disputando quarenta e tanto concursos no ano (não seriam 52 concursos porque miss também tira férias, ora bolas).

O que mudaria seria o corpo de jurados, que representariam a cultura e o conceito de beleza do país anfitrião. Os concursos poderiam ter pesos diferentes (os quatro melhores poderiam ser o Grand Slam - as etapas de Estados Unidos, Porto Rico, Venezuela e Brasil, por exemplo; outros seriam classificados em Masters Series e Miss Tour).

Assim, por exemplo, a miss que ganhar um Grand Slam acumula 1.000 pontos; a que ganhar um Masters Series, 500 pontos etc. Todas as misses que disputassem cada etapa receberiam uma quantidade de pontos pelo menos, variando sempre de acordo com o tipo de torneio. A que for eliminada na primeira rodada de um Future, por exemplo, ganharia apenas 1 ponto.

No final do ano, somaria-se todos os pontos que as misses acumularam durante a temporada e as oito mais bem classificadas disputariam, aí sim, o Miss Universo.

Esse modelo, cá entre nós, tem tudo para dar certo.

2 - Modelo Fórmula 1
Este seria um modelo com um calendário um pouco mais folgado. Seriam 17 concursos (podemos chamá-los de GPs, de grandes prêmios) realizados em lugares diferentes e charmosos no decorrer do ano - Mônaco, por exemplo.

A vencedora de cada GP ganharia dez pontos; a segunda colocada, oito; a terceira, seis; a quarta, cinco; a quinta, quatro; a sexta, três; a sétima, dois; a oitava, um pontinho.

Não seria necessário um "Miss Universo" no final do ano. Cada GP seria equivalente a um Miss Universo, com a vencedora tendo direito a uma coroa, uma faixa, um cetro e, claro, a inevitável garrafa gigantesca de champanhe. No final do ano, a miss que mais acumular pontos será coroada Miss Universo daquele ano inteiro, com direito a passar a temporada seguinte desfilando com o número 1 na faixa.

3 - Modelo futebol
Esta sugestão de modelo seria uma zona. Uns três campeonatos diferentes ocorrendo ao mesmo tempo. Aos finais de semana, o Campeonato Universal de Misses, em que todas as misses disputariam todas as rodadas e acumulariam pontos. No final do ano, vence a que tiver mais pontos acumulados, se os recursos no STJD não melarem tudo, o que geraria expressões como "miss do asterisco".

Além do Campeonato Universal de Misses nos finais de semana, haveria a Copa do Universo de Misses, realizada em eliminatórias durante o meio da semana. Cada eliminatória seria disputada por apenas duas misses, e em duas fases: a de ida e a de volta, sendo cada etapa realizada no país de cada concorrente. Pontuação conquistada desfilando na cada da adversária vale mais.

Este modelo permite, ainda, campeonatos como Copa Libertadores de Misses, Liga das Misses Campeãs e, claro, a Copa do Mundo das Misses, que seria realizada apenas a cada quatro anos, como coroação de extensas eliminatórias que durariam mais de dois anos.

Seria bem puxado para as misses, mas a torcida certamente iria ao delírio.

Enfim, são apenas idéias, internauta. Tudo para combater essa escassez de concursos de miss durante o ano.

(Se bem que eu tenho a impressão que não importaria o número de concursos de miss: nós, fãs, sempre acharíamos que não seria o suficiente!)

ps - Comente o "UOL Tablóide Critica" no Tablog, o Blog do Editor do UOL Tablóide.

ps2 - Leia mais "UOL Tablóide Critica":
- "Chêt Lúc Nua Dêm" parece Zé do Caixão, mas se passa em "Saigão"
- o filme erótico estrelado por Leila Lopes
- "O que Seu Cocô Está Dizendo a Você", o livro que vai mudar a maneira de você olhar para baixo antes de dar a descarga
- um elogio a 'Pantanal' e ao que a novela fez pelo jacaré
- a estranha lista de candidatos ao grupo de Sete Maravilhas Naturais do Mundo
- o novo álbum de Charles Manson
- clipe de estréia da cantora Scarlett Johansson
- O Editor experimenta a jaca (arrrrrrgh!)
- Volta, Atari
- Homem de Ferro (o personagem, não o filme)
- 1808, o ano que o Editor não entendeu
- THC, o canal que faz da guerra um entorpecente
- "Frio Equador", HQ que inventou o boxe-xadrez, era para ser uma ficção
- livro de anedotas sobre gaúcho foi escrito por paulista
- "Sandman - O Mestre dos Sonhos", o filme, tem tudo a ver com 1º de abril
- com 44 páginas e 21 insultos, a revista "Mad" está de volta

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos