Moradores dizem que choveu sangue em povoado colombiano

Editor do UOL Tablóide Da Redação

Lembra de quando jorrou sangue humano do chão do Jardim Bizarro? Parecia coisa de filme, não? E se invertéssemos a cena, e o sangue, em vez de subir, caísse? Do teto, por exemplo? Ou, melhor ainda, do céu!?

OK, esta notícia é para vocês que, como o Editor do UOL Tablóide, acham que o mundo é um grande UOL Tablóide.

Os moradores de La Sierra, um pequeno povoado de apenas 200 pessoas situado no município colombiano de Bagadó, no departamento de Chocó, afirmaram que caiu na quarta-feira uma "chuva de sangue".

"A água caía no teto e, do teto à terra, era sangue e isso me deu muito medo", contou à Agência Efe Emérito Córdoba, um vigia de 71 anos. Ele reconheceu, no entanto, que não podia assegurar se o sangue era "humano, de vaca ou de porco".

A chuva de sangue começou às 10 horas e se estendeu durante 30 minutos.

O vigilante foi à rua para contemplar como a parte alta do povoado, onde "há muitos cemitérios", tinha se transformado em uma enchente de sangue. Ele afirmou ter coletado um pouco do sangue porque era "a única forma de fazer com que acreditem em nós", afirmou Córdoba.

Chove sangue, falta combustível
O padre Jhonny Milton Córdoba, pároco de Bagadó, já tinha sido informado do fato apocalíptico, mas a falta de combustível o impediu de ser aproximar de La Sierra, localizada a meia hora de navegação pelo Rio Andágueda, segundo explicou à imprensa.

O vigia decidiu então levar ao sacerdote as amostras na manhã de hoje, mas, segundo ele, o conteúdo da garrafa tinha se tornado transparente, "como a água".

O padre, ao receber as amostras e dezenas de ligações dos habitantes de La Sierra e de jornalistas, decidiu que os cientistas deveriam analisar o conteúdo da garrafa.

"A levamos a um laboratório, e o bacteriologista confirmou que era sangue", explicou o padre.

Ele não se atreveu, no entanto, a dar uma opinião sobre o fato.

O monsenhor Fidel León Cadavid, Bispo de Quibdó (a capital departamental), também não quis comentar o caso.

"Acontecem coisas inexplicáveis, por isso não se pode tentar dar uma hipótese. O que estamos fazendo é esperar que o padre mande a Quibdó a amostra do líquido", disse à imprensa.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos