Funcionária é demitida semanas após salvar a vida do chefe

Do UOL Tabloide

A auxiliar de escritório Sharon Hegyi, 39, foi demitida de seu trabalho em Tipperary Station, na Austrália, após sete anos trabalhando no local. A empresa alega que precisa cortar gastos por causa da crise. Uma ação que infelizmente é comum, e que por mais que revolte qualquer trabalhador, ninguém deve abaixar a cabeça, porque são coisas da vida, que acontecem com todo mundo, ainda mais com uma crise tão grave...

Sharon até se conformaria com a nova situação, se não fosse por um detalhe: semanas antes, ela alega ter salvado a vida de um de seus chefes. O gerente financeiro David Breed sofreu um enfarte em setembro. Sharon, que é enfermeira, correu para ajudá-lo. Deu remédios, oxigênio e ligou para pedir uma ambulância.

Temendo pela vida do chefe, Sharon colocou Breed em seu carro e dirigiu até o hospital. A ambulância os encontrou no meio do caminho.

"Eu achei que ele fosse morrer. Honestamente acredito que salvei a vida dele", disse a recém-demitida funcionária ao jornal Northern Territory News.

Agora, Sharon está sem emprego e sem dinheiro para criar os cinco filhos. "Eu até posso conseguir um novo emprego com facilidade, mas queria voltar para meu antigo trabalho", afirmou.

*Com informações do Northern Territory News

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos