Capixaba faz abaixo-assinado pela legalização da depilação à brasileira em Nova Jersey

Do UOL Tabloide
Em São Paulo

Brasileiras donas de salões de depilação em Nova Jersey, nos Estados Unidos, declararam "guerra" ao governo local. Isso porque o Estado de Nova Jersey proibiu a depilação genital completa - conhecida nos EUA como depilação "à brasileira".

Jaira Lima, capixaba, dona de um salão há dez anos em South River (Nova Jersey), convocou um abaixo-assinado para pressionar o governo do Estado a legalizar a prática.

"Há muito mal entendido. O Estado afirma que o órgão de direitos do consumidor que pediu a proibição, mas nada disso aconteceu. O fato é que o Estado não quer controlar e regularizar a prática porque acha isso tudo complicado", conta Jaira.

A lei de Nova Jersey legaliza apenas a remoção de pelos de rosto, pescoço, abdome, pernas e braços.

O salão de Jaira vive lotado, segundo ela conta. Por dia, mais de 20 clientes, a maioria de norte-americanas, são depiladas segundo a cartilha brasileira. As clientes não acreditam na proibição, segundo a capixaba.

"A proibição é tão ridícula que ninguém leva a sério. Minhas clientes dizem: 'eles não podem mandar no nosso corpo. Se eu posso fazer piercing e tatuagem na parte genital, também posso limpá-la e depilá-la'", diz.

Nesta segunda-feira, dois canais de TV acompanhavam o lançamento de um abaixo-assinado organizado por Jaira.

A brasileira diz acreditar que a comunidade tupiniquim acaba sendo prejudicada por algumas norte-americanas que se aventuram a fazer a depilação à brasileira e acabaram prejudicando algumas clientes. Por isso, Jaira briga pela regulamentação da prática.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos