Polícia não percebe que havia um cadáver dentro e multa repetidas vezes o mesmo carro

Do UOL Taloide*
Em São Paulo

O corpo de um homem em decomposição permaneceu semanas dentro de uma minivan cheia de multas, segundo divulgou nesta sexta-feira (5) a polícia de Nova York. As janelas da van estavam pintadas e os policiais que aplicavam as multas, aparentemente, não checavam o interior do carro estacionado irregularmente.

George Morales, 59, morreu devido a um problema no coração, segundo exame médico divulgado nesta sexta. O corpo foi encontrado no banco traseiro da minivan quando tentaram rebocar o veículo.

"A janela estava aberta. Não entendo como ninguém percebeu que ele estava lá. Eles apenas o deram multas", disse Jennifer Morales, a filha de George, ao "Daily News".

Jennifer, de 29 anos, viu o pai pela última vez no início de maio - e avisou a polícia sobre seu desaparecimento.

A polícia não divulgou quantas vezes o carro foi multado até que percebessem que havia uma pessoa morta dentro dele.

*Com informações da CBS

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos