Na Malásia, governo oferece segunda lua de mel gratuita para frear número de divórcios

Do UOL Tabloide Em São Paulo

Lembra aquele padre, um personagem do Jô Soares, que não casava noivos indecisos com medo do "casa-separa, casa-separa, casa-separa"? Então, Tarangganu, um dos Estados da Malásia, está enfrentando um problema similar: combate aos divóricos. Mas em vez de não casar os noivos, Tarangganu os estimula com um prêmio e tanto: uma segunda lua de mel gratuita.
 

MAIS SOBRE CASAIS
E... CASAMENTOS

Casal do Maine vence o Campeonato Norte-Americano
de Carregamento de Mulheres

O estímulo é um pacote de lua-de-mel de graça para reavivar o romance entre casais que estão à beira do divórcio. A lua de mel do programa tem duração de três dias e custa aos cofres públicos o equivalente a US$ 440 por casal (cerca de R$ 900). Junto com os três dias de folga, cada casal recebe aconselhamento marital.

O programa é uma tentativa do governo regional de desacelerar as taxas de divórcio no Estado, segundo reportagem do jornal "The Star" publicada na segunda-feira (12). Os números de divórcios no Estado não foram divulgados.

"Nós entendemos que recém-casados tenham problemas para entender um ao outro, mas é inaceitável que aqueles casados por mais de duas décadas peçam o divórcio", disse ao jornal o presidente do comitê estadual de Bem Estar, Desenvolvimento Comunitário e Assuntos da Mulher, Ashaari Idris.

Idris disse que o governo completou com sucesso um projeto piloto no qual 25 casais em processo de divórcio foram selecionados para as luas de mel de três dias.

Fonte: UOL Notícias

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos