Deputado chamado Rachon pode ser preso por se fantasiar de pênis em protesto contra Putin

UOL Notícias* Em São Paulo

O deputado polonês Michal Rachon pode ser condenado a três anos de prisão por ter se fantasiado de pênis para protestar contra uma visita recente do premiê russo, Vladimir Putin, à Polônia. O parlamentar é membro do partido conservador Lei e Ordem dos gêmeos Kaczynski e foi porta-voz do ministério do Interior no governo de Jaroslaw Kaczynski.
 

  • Reprodução

    O detalhe meigo da manifestação do deputado Rachon são as bexigas coloridas no alto

O caso aconteceu em 1º de setembro, durante as celebrações do aniversário da Segunda Guerra Mundial em Gdánsk. Na ocasião, ele apareceu em frente às câmeras de TV frente acompanhado de duas outras pessoas que saltavam ao seu redor gritando "Onde está o pênis, Putin?".

Rachon pretendia assim demonstrar sua rejeição a Putin. Para o deputado, os serviços secretos do Kremlin estavam por trás de um inusitado "ataque" a Gary Kasparov, candidato à Presidência da Rússia em 2008.

Em uma conferência em maio daquele ano, Kasparov, conhecido opositor político de Putin, foi "atacado" por um helicóptero de brinquedo que carregava um vibrador.

Fonte: UOL Notícias

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos