Cidade portuguesa se transforma na "capital do falo" por um mês

Do UOL Tabloide
Em São Paulo

Centenas de falos e diversas manifestações artísticas estão sendo criadas na cidade de Caldas da Rainha, centro de Portugal, onde começa na próxima quinta-feira a primeira Mostra Erótica-Paródica, organizada pela Confraria do Príapo.
 

Mas quem é esse tal de Príapo, hein?

Priapo foium deus da fertilidade, burlesco e itifálico (representado normalmente em estado de ereção).

O culto de Priapo surgiu na Ásia Menor por volta do século 4º a.C., de onde se difundiu pelo mundo grego e, mais tarde, pelo romano.

Priapo era um deus menor, disforme e desprovido da imponência e da beleza severa dos olímpicos. Mas, por isso mesmo, era popular entre as classes mais humildes da população que, além de considerá-lo protetor da fertilidade animal e vegetal, se valia de seu caráter apotropaico: Priapo seria capaz de afastar malefícios e maus-olhados que pudessem prejudicar a virilidade dos homens e a fertilidade do solo.

Trabalhando "cerca de 10 horas por dia", o artesão Victor Lopes Henriques afirmou à Agência Lusa não ter "mãos a medir" no ateliê para até ao final do mês produzir ao vivo "toda a espécie de malandrices em cerâmica".

Desde o enchimento dos moldes, à cozedura, pintura e vidrado das peças tudo está a ser feito à vista de quem visita o ateliê, onde as prateleiras estão sendo preenchidas com pênis de todos os tamanhos e feitios.

As típicas "garrafas das Caldas" (falos que se podem encher com bebidas) - em versões que vão do "pequenino, de meio litro, ao de cinco litros" - disputam o interesse dos visitantes com as canecas ostentando no fundo um pequeno falo, outras em que o dito substitui a asa ou, até, algumas "em forma de regador, em que o bocal é um falo", explica o artesão.

Tal como Lopes, trabalho não faltará à costureira que irá vestir de noivas ou as várias dezenas de falos produzidos no ateliê.

"É a primeira grande realização da Confraria do Príapo e é preciso ultrapassar tabus para que renasça uma economia à volta da tradição", afirma José Nascimento, um dos fundadores do grupo.

Exposições, conferências, concursos, gastronomia e animação de rua em torno do falo vão invadir a cidade durante um mês em que o comércio e a restaurantes se associam à iniciativa.

Uma mercearia centenária criou uma bolacha em forma de pênis, conta Nascimento, que está satisfeito com a adesão dos comerciantes que foram convidados a "oferecer falos de chocolate aos seus clientes".

A 1ª Mostra Erótica-Paródica começa na quinta-feira e vai prolongar-se até 22 de novembro.

Fonte: Lusa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos