Bancária alemã encarna o "Robin Hood" e transfere dinheiro dos ricos para os pobres

Do UOL Tabloide* Em São Paulo

Imagine que um dia você acorda e aquela dívida que você tinha na conta do banco, em deprimentes números negativos, simplesmente sumiu. Isso mesmo, sem que você tenha movido uma palha, seu limite foi ampliado. Melhor ainda, a conta voltou para o azul!

Isso foi exatamente o que aconteceu com alguns felizes clientes de um banco alemão, que tiveram a sorte de cair no colo da "bancária Robin Hood", uma trabalhadora de 62 anos de idade que há dois meses estava fazendo justiça com as próprias mãos.

No total, a mulher realizou 117 transferências, no valor de cerca de R$ 19 milhões, para cobrir gastos de clientes mais pobres com fundos dos clientes mais polpudos.

Sempre que possível, a "bancária Robin Hood" devolvia a quantia desviada quando a situação do cliente devedor melhorava, mas em muitos casos o felizardo simplesmente torrava a ajudinha inesperada, de forma que só R$ 16,4 milhões puderam ser restituídos às contas originais.

Depois de ser descoberta, a mulher confessou o crime e evitou assim uma condenação que poderia chegar a quatro anos de prisão. Outra evidência pesou a favor da "bancária Robin Hood" em seu julgamento: ela nunca havia transferido um centavo para sua própria conta.

Agora, ela se encontra na mesma pendenga em que estavam as pessoas que ela ajudava. Vivendo em um pequeno apartamento com a mãe, ela terá parte de sua pequena aposentadoria retida pelo banco para cobrir os R$ 2,6 milhões que ficou devendo.

*Com informações do Der Spiegel e do El País

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos