Cinco horas após "morrer", mulher "ressuscita" em funerária

Do UOL Tabloide
Em São Paulo

Uma mulher de 45 anos "ressuscitou" quando o corpo era preparado para o sepultamento em uma funerária da cidade colombiana de Cali, informa a imprensa local.

O caso surpreendente, descrito pelos médicos como "síndrome de Lázaro", aconteceu na madrugada de terça-feira, cinco horas depois da mulher ter sido declarada morta na clínica em que havia sido internada na segunda-feira em estado grave, por uma doença neurológica.

"Os instrumentos eletrônicos aos quais a paciente estava conectada mostravam que não tinha pressão arterial, nem frequência cardíaca", afirmou o médico Miguel Ángel Saavedra.

Ele explicou que o médico responsável pelo caso e a enfermeira chefe da clínica assinaram o atestado de óbito. Pouco depois, funcionários de uma funerária levaram o corpo, que seria preparado para o enterro.

"Quando seria aplicado o formol, a paciente começou a respirar novamente e a fazer movimentos", disse Saavedra.

"Não há uma explicação científica para o fato", completou.

A mulher, que não teve a identidade revelada, foi novamente internada na mesma clínica e está em coma.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos