Universidade inglesa oferece pole dance para alunos enfrentarem o estresse das provas

Do UOL Tabloide*

Em São Paulo

  • Timothy A. Clary/ AFP

    Alunas de pole dance na Universidade de Cambridge não poderão usar salto alto nas aulas

    Alunas de pole dance na Universidade de Cambridge não poderão usar salto alto nas aulas

O salão da tradicional Universidade de Cambridge, que um dia já recebeu Winston Churchill, Dalai Lama e o antigo arcebispo Desmond Tutu, agora vai ser palco de aulas de pole dance. A intenção é oferecer aulas que possam ajudar a enfrentar o estresse das provas, segundo a sociedade sindical de Cambridge.

Esta é a primeira vez que aulas particulares de pole dance serão oferecidas à comunidade da universidade inglesa e irão custar 2 libras (cerca de R$ 5,4)  por hora. As aulas são destinadas apenas a mulheres.

Apesar do teor apimentado da dança, o sindicato defende que as aulas pretendem estimular a boa forma e o bem-estar e não terão conteúdo sexual. "O uso de salto alto será desencorajado", disse o instrutor. As alunas devem usar tênis ou irem descalças.

* Com informações do Telegraph

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos