Cazaque corta próprio pênis para evitar extradição

Do UOL Tabloide

Em São Paulo

Um preso de nacionalidade cazaque cortou seu próprio pênis no aeroporto de Barajas para evitar ser extraditado para seu país e está hospitalizado em estado grave, indicou nesta sexta-feira a imprensa espanhola.

O preso tinha sido condenado a cinco anos de prisão pelo crime de violência de gênero e cumpria a pena em uma prisão na província de Madri.

Os fatos ocorreram durante a noite de segunda-feira, quando ele foi transferido para o aeroporto de Madri para ser extraditado ao Cazaquistão para ser julgado por outro crime.

O homem de 52 anos, que estava sob custódia, pegou uma faca e cortou quase totalmente o seu pênis. Ele foi levado para um hospital de Madri, onde se encontra em estado "grave", disseram os meios espanhóis.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos