PUBLICIDADE
Topo

Tabloide

Ufólogos discutem sobre ETs e fazem vigília no litoral de São Paulo

Óvni com tamanho estimado em 40 metros de diâmetro é fotografado entre Manaus e Belém, sobre a floresta, pela tripulação de um Boeing da Varig, em 1976; além do registro fotográfico e do depoimento da tripulação, o artefato foi detectado pelo radar de bordo, segundo a revista UFO - Divulgação/Revista UFO
Óvni com tamanho estimado em 40 metros de diâmetro é fotografado entre Manaus e Belém, sobre a floresta, pela tripulação de um Boeing da Varig, em 1976; além do registro fotográfico e do depoimento da tripulação, o artefato foi detectado pelo radar de bordo, segundo a revista UFO Imagem: Divulgação/Revista UFO

Rafael Motta

Do UOL, em Santos (SP)

17/05/2013 12h56

Primeira cidade do país a ter um roteiro turístico direcionado ao estudo de óvnis (objetos voadores não identificados), Peruíbe (135 km de São Paulo) receberá um encontro ufológico entre esta sexta-feira (17) e domingo (19). Esta é a nona edição do evento, na qual haverá uma conferência internacional sobre vida extraterrestre e uma vigília, no sábado (18) à noite, à espera de possíveis aparições de discos voadores.

Exclusivo! Tabloide encontra Bilu e bota tudo para balançar!

Entre os palestrantes está o norte-americano Donald Schmitt, um dos mais destacados pesquisadores de uma ocorrência que estimulou estudos ufológicos no mundo todo: o “Caso Roswell”, segundo o qual uma nave alienígena caiu no Estado do Novo México (Estados Unidos) em 1947. Ainda hoje, Schmitt planeja expedições em busca de evidências físicas do acontecimento.

Outros temas em debate consistirão na análise de contatos com extraterrestres e abduções, evidências sobre UFOs (sigla em inglês para óvnis), intervenções alienígenas na Terra e os objetivos da Nasa (agência espacial norte-americana) em suas pesquisas de campo no planeta Marte.

Em Peruíbe, os encontros ufológicos ocorrem por se tratar de uma cidade onde moradores dizem ter visto naves espaciais, a mais recente delas em agosto de 2008. O ufólogo Ademar José Gevaerd, organizador do encontro e desde 1985 editor da revista especializada “UFO”, afirma que os relatos de sobrevoos de óvnis à cidade começaram na década de 1990.

20% do sistema solar

“E, desde 2007, o governo brasileiro detém uma espécie de vanguarda em [considerar a existência de] discos voadores. Em abril deste ano, ufólogos e membros das Forças Armadas abordaram o assunto no Ministério da Defesa, e a Aeronáutica já determinou que casos do tipo sejam registrados e enviados ao Arquivo Nacional para conhecimento público”, diz Gevaerd.

O ufólogo, que também preside o CBPDV (Centro Brasileiro de Pesquisas de Discos Voadores), diz lamentar que cientistas “não se infiltrem” na pesquisa de formas de vida fora do planeta. “Estudamos que, à medida que as espécies evoluem, desenvolvem voos espaciais. Nós exploramos 20% do sistema solar, e há [seres] científica e astronauticamente mais evoluídos do que nós”.

Até o momento, cerca de 740 pessoas de todo o país se inscreveram para o encontro, de acordo com o departamento de Turismo de Peruíbe. A abertura está marcada para as 20h desta sexta. A vigília ufológica será na praia do Centro, perto do Aquário Municipal, das 21h à meia-noite de sábado.

Tabloide