Aos 113 anos, judeu vai celebrar cerimônia de passagem para a vida adulta

Do UOL, em São Paulo

  • Shula Kopershtouk/AFP

    Israel vai, finalmente, poder comemorar seu bar mitzvá. Antes tarde do que nunca!

    Israel vai, finalmente, poder comemorar seu bar mitzvá. Antes tarde do que nunca!

Aos 13 anos, os jovens judeus participam de uma cerimônia em que, aos olhos da comunidade e da religião, passam a ser responsáveis por seus atos. É o chamado bar mitzvá. A partir daí, passam a ser considerados adultos.

Israel Kristal tem 112 anos e é considerado o homem mais velho do mundo. Ele enfrentou duas guerras mundiais e sobreviveu ao holocausto. No entanto, nunca conseguiu realizar seu bar mitzvá. Isso porque, quando completou 13 anos e vivia na Polônia, a 1ª Guerra Mundial estava acontecendo.

O pai de Kristal estava servindo na guerra pelo Exército russo e a mãe já havia morrido. Anos mais tarde, como adulto, o rapaz ainda sobreviveu ao holocausto como prisioneiro em Auschwitz, o famoso campo de concentração nazista. No local, morreram a primeira mulher e dois filhos de Kristal que, no entanto, sobreviveu.

Agora, às vésperas de completar 113 anos, o chamado "homem mais velho do mundo" pelo Livro Guiness dos Recordes deve enfim celebrar seu bar mitzvá.

Tudo bem que, com 113 anos, fica difícil se sentir adolescente de novo. Mas o mais importante vai ser reunir a família. E olha que, com essa idade, a família fica enorme. (Com The Local)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos