Loja online usa suspeita de matar irmão de Kim Jong-un para vender camiseta

Do UOL, em São Paulo

  • Taobao

    Página de venda da Taobao traz imagem de uma das suspeitas pela morte de Kim Jong-nam

    Página de venda da Taobao traz imagem de uma das suspeitas pela morte de Kim Jong-nam

O regime político da China pode ser comunista, mas a economia já é tão capitalista, que tem loja querendo lucrar com a morte de Kim Jong-nam, irmão do líder norte-coreano Kim Jong-un. Isso porque, uma das maiores plataformas online de vendas do país, a Taobao, está vendendo uma cópia da camiseta usada por uma das suspeitas de ter cometido o crime por incríveis US$ 920 (cerca de R$ 2.840).

A camiseta com a expressão "LOL" estava sendo usada por Doan Thi Huong, 28, uma mulher com passaporte indonésio suspeita de ser espiã da Coreia do Norte e de ter participado do assassinato de Jong-nam, na última segunda-feira (13), no aeroporto internacional de Kuala Lumpur, na Malásia. Uma única imagem sua com a camiseta foi feita por uma câmera de segurança do local. Essa mesma imagem ilustrava a página de venda na Taobao.

Segundo o jornal "South China Morning Post", a camiseta foi colocada a venda poucas horas após o crime. No entanto, por ter viralizado na internet, o autor da venda acabou tirando o anúncio.

O Taobao é conhecido por vender, digamos, réplicas, de roupas famosas. É comum uma peça ser usada por uma celebridade em um dia e, no outro, estar à venda no site por um preço baixo - e uma qualidade um tanto quanto duvidosa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos