Réu queria fazer malabarismo durante julgamento para provar sua inocência

Do UOL, em São Paulo

  • REUTERS/Jorge Dan Lopez

Um réu pediu ao juiz para fazer malabarismo durante seu julgamento para demonstrar aos jurados que ele só estava brincando quando foi acusado de ter roubado uma loja de conveniência. O caso ocorreu em Springfield (não é a cidade dos Simpsons), Massachusetts (EUA). A informação é da agência Associated Press. 

O juiz do caso negou o pedido de Orlando Melendez por achar um absurdo ver um réu fazendo malabarismo na corte. O sujeito, no entanto, alega ser palhaço. 

Melendez diz ser inocente da acusação de ter usado uma arma de brinquedo para roubar uma loja de conveniência, em dezembro. 

Segundo o homem, tudo não passou de uma mal-entendido já que ele, como palhaço, estava apenas brincando e não queria roubar absolutamente nada.

O julgamento do caso ainda não começou. O juri deve ser escolhido no próximo dia 8 de junho. E Melendez, sem fazer palhaçada, vai ter de convencer de que tudo foi apenas brincadeira. Ou vai fazer malabarismo na cadeia.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos