Candidata aposta em currículo em forma de hambúrguer e criatividade agrada

Matheus Collaço

Colaboração para o UOL

  • Arquivo pessoal

O que você faria se fosse o responsável pela seleção de candidatos para vaga em uma lanchonete e recebesse um currículo em forma de hambúrguer? Foi exatamente o que aconteceu com os proprietários de uma hamburgueria na Grande Vitória, no Espírito Santo, na última quinta-feira (20). E a criatividade parece ter agradado: uma postagem no perfil de um dos donos, que foi curtida por diversas pessoas, mostra que a ideia da candidata deu certo.

A autora do inusitado formato é Mariana Paiva Freitas, de 32 anos. Entre os mais de 6 mil currículos recebidos pela hamburgueria, o dela foi um dos que mais agradou aos proprietários. Em entrevista ao UOL, ela revelou que teve a ideia após receber uma "ajudinha" da irmã.

"Sempre acompanhei a lanchonete e, quando vi que eles estavam fazendo um processo seletivo, rapidamente me candidatei", disse. O que motivou a inovação foi um post nas redes sociais de um dos donos, em que ele dizia falando que não queria "currículos de lan house", mas algo ousado. Depois de pesquisar na internet, Mariana teve um estalo. "Lembrei que minha irmã já havia feito um hambúrguer de feltro uma vez em formato de chaveiro. Então, pedi a ajuda dela para fazer um em escala maior", conta.

Arquivo pessoal

Depois disso, a candidata ainda fez questão de entregar seu hambúrguer em mãos aos possíveis futuros chefes, o que agradou os donos da lanchonete e rendeu a ela alguns pontos extras. "Ele riu muito quando eu deixei meu currículo e me elogiou pela criatividade. Depois, ainda fez o vídeo na página da hamburgueria para divulgar", afirmou.

Sem trabalhar há quase um ano e meio, ela espera que este seja apenas o primeiro passo para uma carreira de sucesso. "Tive atitude e criatividade para dar o primeiro passo e chamar atenção. Tenho muita esperança de conseguir a vaga, acho que tenho o perfil e quero muito aprender. Se for escolhida, vou dar o meu melhor".

Criatividade conta ponto, sim

Proprietário da lanchonete, Henrique Cesar, de 36 anos, disse que ficou feliz com a grande procura pelas vagas e que nunca havia visto currículos tão criativos. Além disso, ele confirmou que as ideias inovadoras valerão "pontos extras" no processo seletivo, que deve começar na última semana de julho.

"A nossa hamburgueria é conhecida por lidar diretamente com o público, e as pessoas criativas tendem a ter maior facilidade para tratar com as pessoas. Não somos uma lanchonete comum. Então, com certeza os inovadores vão sair na frente", afirmou.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos