Idoso é banido de praia nos EUA após distribuir cartões com "cantada" a menores

Colaboração para o UOL

  • Reprodução/Google Street View

    Idoso não poderá mais frequentar a praia Daytona Beach, nos Estados Unidos

    Idoso não poderá mais frequentar a praia Daytona Beach, nos Estados Unidos

Um homem de 73 anos foi banido de uma praia na Flórida, nos Estados Unidos, depois que a mãe de uma adolescente foi à polícia denunciar que o idoso estava distribuindo cartões de visita que diziam: "Sugardaddy está procurando por açúcar". Sugardaddy é uma expressando em inglês que indica homens mais velhos que procuram relacionamento com pessoas mais jovens em troca de presentes ou sustento.

A polícia não prendeu o engenheiro aposentado Richard Basaraba, que foi avisado por Tammy Marris, capitão de segurança do condado de Volusia, que fique fora da praia por pelo menos seis meses por violar uma lei que proíbe propaganda na orla.

Em entrevista, Basaraba disse que ele está "devastado" pelo que considera uma reação excessiva por parte das autoridades. Ele disse que não estava tentando atrair ninguém a fazer algo ilegal quando entregou um cartão de visita a um grupo de garotas na Daytona Beach no último sábado (29).

Mas a mãe de uma menina de 16 anos queixou-se às autoridades depois que sua filha lhe contou sobre o incidente. De acordo com a menor, o homem entregou o cartão a seu amigo de 18 anos enquanto eles passeavam pela praia.

O cartão apresentava uma foto de uma mulher nova sentada no colo de um homem mais velho vestindo um terno. Impresso no cartão havia um endereço de e-mail e o texto que acompanhava: "Pergunte-me sobre o seu subsídio mensal".

Basaraba disse que ele próprio tomou o cuidado de não entregar os cartões para menores de 18 anos. Mas um relatório de patrulha de praia informa que o idoso disse à menor que deveria contatá-lo quando fizesse 18 anos.

Sobre a abordagem, ele admitiu arrependimento. "Eu cometi um erro ao dizer: 'Você é a mais bonita aqui. Me chame quando tiver 18 anos'".

De acordo com o capitão da segurança, se o idoso violar a ordem e voltar a circular pela praia, ele pode ser preso por invasão. Isso só não aconteceu porque a polícia não o pegou em flagrante distribuindo os cartões de visita.

"Estou realmente chateado com isso", disse Basaraba, que garante ter sido parado por uma mulher que lhe pediu para tirar a foto do cartão com ele. Depois do incidente, afirma, até sua conta no Facebook foi denunciada e excluída. Antes disso, "95% das mulheres achavam hilário" suas publicações na rede social.

O aposentado contou que sua mulher morreu em 2003, que nunca mais se casou e que tem uma filha e uma neta que vivem fora da cidade. "Eu li no artigo sobre homens que fazem sexo com mulheres menores de idade e que tiveram sua vida destruída", disse ele. "Eu posso mostrar-lhe minha conta bancária. Eu não tenho nenhum ativo. Eu não tenho dinheiro, apenas o suficiente para viver. Eu não tenho dinheiro para um sugarbaby."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos