PUBLICIDADE
Topo

Tabloide

Radical? Casal é flagrado fazendo sexo em rio agitado e recebe multa na Colômbia

Colaboração para o UOL

29/08/2017 14h42

Um vídeo viralizou nas redes sociais ao registrar um casal que estava fazendo sexo no balneário de Hurtado na Colômbia ser abordado pela polícia. Segundo a rádio local Caracol, esse procedimento é previsto pelo novo código de Polícia, que trata de atos sexuais em público ou exibicionismo que possam ofender à comunidade.

A multa para esse delito é de 393.440 pesos colombianos, o que na conversão para moeda brasileira representa pouco mais de R$ 400.  

“Fomos apenas informados do acontecimento e quando chegamos ao local as duas pessoas já estavam vestidas. Portanto, não houve flagrante, o que impede que seja feito a advertência verbal no ato. Mas ao identificar o casal, eles foram encaminhados a prestar esclarecimentos com um inspetor de polícia, que determinará o procedimento a ser seguido já que depois do acontecimento vídeos foram divulgados nas redes sociais”, afirmou o Coronel Mauricio Bonilla, subcomandante de polícia, à Caracol.

O oficial também alerta que a publicação desse tipo de vídeo nas redes sociais pode ser considerado um delito se as vítimas registrarem uma denúncia contra os autores e difusores da gravação no Ministério Público.

E se fosse no Brasil?

Em terras brasileiras, fazer sexo em locais públicos, aberto ou exposto a outras pessoas, os envolvidos podem responder por ato obsceno, que, segundo o artigo 233 do Código Penal, prevê multa ou detenção de três meses a um ano a quem cometer o delito. A lei permite realizar o ato em outros locais, como um carro, mas desde que ele esteja na garagem de casa ou num drive-in, por exemplo.

Tabloide