Homem processa companhia aérea por servir espumante no lugar de champanhe

Do UOL, em São Paulo

  • IStock

    Rico sofre? Sofre! Às vezes eles recebem vinho espumante em vez de champanhe...

    Rico sofre? Sofre! Às vezes eles recebem vinho espumante em vez de champanhe...

Engana-se quem pensa que cidadãos do primeiro mundo não sofrem. Existem problemas gravíssimos que frustram a vida de quem vive em país rico.

Veja só o caso do canadense Daniel Macduff. O sujeito pegou um voo de Quebec para Cuba que, segundo uma propaganda, daria uma taça de champanhe durante a viagem. Mas, a bebida servida foi um espumante de qualidade inferior.

Problemão, não é mesmo? Macduff ficou tão decepcionado com a companhia aérea Sunwing que decidiu processar a empresa.

Segundo o advogado de Macduff, Sébastien Paquette, o problema não é o fato de o espumante ser de qualidade inferior. A questão é a propaganda enganosa.

A justiça canadense ainda não aceitou a ação. O viajante pede que a companhia aérea pague a diferença entre o vinho espumante e o champanhe, além dos custos do processo. Outros passageiros devem entrar na ação.

A companhia aérea afirmou que a ação judicial não tem mérito e que, na propaganda, a referência era à qualidade do serviço de todo o pacote de hospitalidade da viagem e não, especificamente, à bebida.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos