Homem é preso por se recusar a dizer por qual razão carregava um crânio humano

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Um americano foi preso na semana passada depois de se recusar a dizer a razão pela qual transportava um crânio humano no porta-malas de seu carro.

O incidente ocorreu na Califórnia (EUA). Um policial interceptou o veículo depois que o motorista, Joshua Davis, de 41 anos, passou direto por uma placa de 'pare' e não quis se identificar.

O agente encontrou metanfetamina no veículo e um crânio humano guardado em uma sacola no porta-malas.

Davis acabou detido por dirigir com a habilitação suspensa, por posse de drogas e por carregar restos humanos.

A polícia agora vai investigar a origem do crânio e como ele foi parar no porta-malas do veículo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos