Topo

Tecnologia

Isso é golpe!


"Identificador de chamadas" para Android força assinatura e engana usuários

Getty Images/iStockphoto
App induz que usuários paguem assinatura que não entrega nada Imagem: Getty Images/iStockphoto

Rodrigo Trindade

Do UOL, em São Paulo

2019-07-12T19:02:55

12/07/2019 19h02

Resumo da notícia

  • App Number Finder passou de 1 milhão de downloads na Play Store
  • Usuários são induzidos a realizar assinatura após teste falso
  • Após assinado, serviço prometido não é entregue pelo aplicativo

O aplicativo Number Finder, popular em smartphones Android, promete revelar a identidade de ligações de desconhecidos e te induz a achar que é capaz disso, pedindo que você insira um número que ele "identifica" ser usado por uma pessoa. Gratuito para baixar e para realizar o "teste", o app apresenta, logo depois, a sugestão de uma assinatura mensal de R$ 50,99, necessária para que o serviço seja fornecido para valer.

Tudo isso não passa de um golpe aplicado pelo desenvolvedor POZTechnology, identificado por pesquisadores da Avast. A empresa de segurança digital tentou ver se o Number Finder realmente saberia distinguir um número real de um inventado no teste gratuito, usado para convencer que usuários se tornem assinantes.

Para isso, ela inseriu um número falso, (+1) 63 66666666, na ferramenta. A sequência era inexistente, mas o aplicativo respondeu com a mesma mensagem de sempre: "uma pessoa está conectada com esse número".

Nas avaliações disponíveis na Play Store, usuários que caíram no golpe relatam o que ocorre quando você começa a pagar a mensalidade: ao realizar a checagem dos números, o Number Finder falha. A suposta identificação dos números é a única funcionalidade do serviço, que não oferece nada além disso a quem instala e paga a assinatura.

Nos comentários da Play Store, brasileiros reclamaram de terem sido enganados pelo aplicativo, que pede imediatamente o pagamento pela assinatura, cobrado no cartão de crédito de quem acaba aprovando a ação.

Para quem acabou baixando o Number Finder - o app teve mais de 1 milhão de downloads -, a Avast sugere o cancelamento imediato da assinatura e a desinstalação imediata dos aplicativos. Além disso, ela alerta que os usuários verifiquem avaliações nas lojas de apps, para evitar se deparar com uma situação dessas.