Topo

Tecnologia

Queda do Corinthians a Maradona: 13 patrocínios de tecnologia inesquecíveis

Diego Padgurschi/Folha Imagem
Samsung estava no peito do Corinthians em ano de rebaixamento (mas de título também) Imagem: Diego Padgurschi/Folha Imagem

Do UOL, em São Paulo

01/05/2018 04h00

As empresas de tecnologias têm uma relação bem próxima com times de futebol ao redor do mundo. Algumas têm parceria histórica e duradoura com times, enquanto outras marcaram época no pouco tempo que tiveram nas agremiações.

O UOL Tecnologia separou alguns casos (entre vários outros) marcantes e memoráveis de empresas de tecnologia patrocinando times de futebol pelo mundo. E olha que rolou Maradona divulgando Super Nintendo, Edmundo com um Nintendo no peito, rebaixamento do Corinthians...

Veja também: 

Se liga só em alguns patrocínios que marcaram época:

  • Samsung - Corinthians, Palmeiras, Chelsea...

    A imagem do zagueiro Betão chorando na saída do gramado Estádio Olímpico, em Porto Alegre, foi a mais marcante do rebaixamento do Corinthians à Série B do Brasileiro. No peito, lia-se a marca Samsung. Mas a marca também viu glórias na camisa alvinegra: em 2005, já estava no clube na época do título brasileiro com Carlitos Tevez e companhia. A Samsung também patrocinou outras diversas equipes como Palmeiras (entre 2009 e 2010) e é muito lembrada no Chelsea (2005 a 2014).

  • LG - São Paulo

    A LG marcou era no São Paulo. A empresa ficou no clube do Morumbi de 2001 a 2009, participando de um dos ápices da história recente tricolor com multiconquistas - incluindo três Brasileiros, uma Libertadores e um Mundial. A marca ainda patrocinou uma série de outros times no Brasil e no mundo.

  • Nintendo - Fiorentina

    Essa é uma das camisas mais icônicas e procuradas do futebol graças ao patrocínio. Fãs de videogame e futebol são ávidos por esse patrocínio da Nintendo no belo uniforme da Fiorentina, utilizado durante o período de 97 a 99. A camisa foi usada por lendas como Gabriel Batistuta e o craque brasileiro Edmundo.

  • Super Nintendo - Sevilla

    Diego Maradona com um Super Nintendo estampado no peito. Essa cena rolou na temporada 92/93, quando a empresa de videogames colocou sua marca na camisa do Sevilla. A camisa também é apreciada por muitos fãs de uniformes icônicos.

  • Siemens - Real Madrid

    Quem não se lembra do galático Real Madrid com Ronaldo, Roberto Carlos, Figo, Zidane, Raúl e companhia no início dos anos 2000? Pois então você sabe que o patrocínio na camisa dessas feras era da Siemens Mobile ou só Siemens, que fabricava celulares antes deles serem "smart", entre outras tecnologias. O patrocínio durou de 2002 a 2007, mesmo depois da marca ser adquirida pela empresa taiwanesa BenQ.

  • Sony - Juventus

    A Sony marcou presença na camisa da Juventus entre as temporadas de 1995 e 1998. Os tempos foram de glórias, com conquistas seguidas do Campeonato Italiano. O grande destaque, contudo, foi o título da Liga dos Campeões: lá estava a Sony no peito da equipe alvinegra. Inesquecível, né?

  • Philips - PSV

    Mais de 30 anos de patrocínio. Tá bom pra você? Philips e PSV basicamente se convergiram em uma parceria que durou de 1982 até 2015. Pra falar a verdade, ambos guardam uma ligação ainda maior: o clube foi fundado em 1913 por funcionários da multinacional holandesa - o nome do time inclusive é Philips Sport Vereniging (algo como Associação Esportiva Philips).

  • Sharp - Manchester United

    Um dos patrocínios com mais história no futebol. A Sharp, fabricante de eletrônicos, ficou na camisa do Manchester United de 1982 até o ano 2000. A parceria foi encerrada pouco após um dos momentos mais marcantes do emblemático uniforme: o emocionante título da Liga dos Campeões de 1999 com dois gols nos acréscimos do segundo tempo que deram o título do time inglês sobre o Bayern de Munique por 2 a 1.

  • Sega - Arsenal

    A camisa do Arsenal já foi dominada por empresas de videogame. A equipe londrina, depois de ficar alguns anos com a também tecnológica JVC, estampou o logo do videogame Dreamcast e da própria Sega (fabricante do console) entre o fim da década de 90 e o início dos anos 2000. A Sega ainda patrocinou outros times, como Sampdoria, La Coruña, Saint-Etienne e JEF United (com direito a Sonic no uniforme).

  • Football Manager - Wimbledon

    O game Football Manager, febre mundial no início dos anos 2000 e que segue vivo até hoje, é um dos patrocinadores do AFC Wimbledon há muito tempo. A equipe britânica mantém parceria com a Sports Interactive, produtora do game, desde o início dos anos 2000.

  • Xbox/Microsoft - Seattle Sounders

    Outra parceria duradoura entre uma empresa de tecnologia e um time de futebol. A parceria foi iniciada em 2008 e segue até hoje - na atual temporada, o videogame Xbox está na camisa da equipe norte-americana. Vale lembrar que a Microsoft tem sede na região de Seattle.

  • Eidos - Manchester City

    Antes de ser bilionário e contar com nomes como o técnico Guardiola ou o atacante Gabriel Jesus, o Manchester City teve o patrocínio da produtora de games Eidos entre os anos de 1999 e 2002. Na época, jogadores do time posaram até com um boneco de Lara Croft - o game Tomb Raider era produzido por lá.

  • Commodore - Bayern de Munique

    Lembra da Commodore? A marca que fazia computadores pessoais foi uma patrocinadora recorrente de alguns times europeus na década de 80. Ele foi produzido entre 82 e 94. Entre os times com o logo no peito estiveram atuais gigantes como Bayern de Munique, PSG e Chelsea.

Mais Tecnologia