Topo

Tecnologia


À prova de hackers? Russos apresentam celular que evita roubo de dados

Maxim Zmeyev/AFP
Criado por empresa russa, celular TaigaPhone é aparelho à prova de roubo de dados Imagem: Maxim Zmeyev/AFP

2017-09-23T10:57:38

23/09/2017 10h57

Uma empresa russa apresentou nesta sexta-feira em Moscou em um fórum de negócios o smartphone "TaigaPhone", que reforça a proteção do usuário contra tentativas de roubo de dados.

O telefone, fabricado pela Taiga Systems, é verde-escuro, para representar as densas florestas do norte da Rússia. Chegará ao mercado no final de outubro, com um preço de entre 12.000 e 15.000 rublos (R$ 650 a R$ 800).

"Nós o criamos para uma clientela de negócios", declarou à AFP Natalia Kasperskaia, presidente da Taiga Systems e cofundadora da empresa russa especializada em segurança informática Kaspersky Lab.

O TaigaPhone utiliza o sistema operacional Android, do Google. A Taiga Systems quer convencer uma clientela de empresas que o telefone é capaz de "minimizar o risco de fuga de dados profissionais", explicou.

"Metade das perdas de dados na Rússia ocorre quando (transitam) por um telefone celular. Tentamos solucionar o problema com o TaigaPhone", insistiu o porta-voz da empresa, Grigori Vasiliev.

Segundo a Kaspersky Lab, hackers de fala russa roubaram ao menos 790 milhões de dólares no mundo entre 2012 e 2015. Trata-se de uma estimativa baixa, afirma o gigante da cibersegurança, que acredita que o número pode aumentar nos próximos anos.

Além dos computadores, os objetivos principais dos hackers são os smartphones, em geral menos protegidos. O setor da segurança informática se preocupa igualmente com o aumento do "ransomware", uma técnica que consiste em roubar arquivos que o proprietário pode recuperar somente através do pagamento de um resgate.

No final de junho, em um dos últimos ataques mundiais com "ransomware", mais de 2.000 usuários foram infectados, em sua maioria na Ucrânia e na Rússia, segundo a Kaspersky Lab.

Mais Tecnologia