Topo

Tecnologia

Redes sociais


Exército indiano diz ter encontrado pegadas do Abominável Homem das Neves e vira alvo de piadas

Exército da Índia
Exército da Índia afirma ter encontrado pegadas reais do Yeti no Himalaia Imagem: Exército da Índia

2019-05-01T12:56:48

01/05/2019 12h56

A alegação do Exército Indiano de ter descoberto pegadas da 'besta mítica' atiçou o senso de humor da internet

O Exército indiano anunciou nesta semana ter encontrado pegadas do Yeti, criatura mítica que se parece com um macaco gigante e é popularmente conhecida também como o Abominável Homem das Neves.

Mas o anúncio para os quase 6 milhões de seguidores no Twitter, com fotos das "pegadas misteriosas" no acampamento base no Himalaia, virou motivo de piada nas redes sociais.

As marcas foram descobertas em 9 de abril, mas o Exército só decidiu tornar pública a descoberta, segundo uma reportagem do jornal local Times of India, depois de averiguar que o achado combinava com teorias anteriores sobre a figura presente em várias lendas do folclore do sul da Ásia.

"Achamos prudente [ir a público] despertar o temperamento científico e reacender o interesse."

As marcas fotografadas pelos militares medem 81 por 38 centímetros.

Questionado sobre o ceticismo em torno da descoberta, o Exército disse que as "evidências" sobre o Yeti foram "fotografadas" e "entregues a especialistas no assunto".

Folclore x ciência

Histórias de pessoas que viram o Yeti ou suas pegadas são comuns em partes da Índia, Nepal e Butão - segundo a crença, a criatura lendária habitaria as partes mais altas da cordilheira do Himalaia.

Não há evidências que comprovem a existência dela, mas o mito mantém um forte apelo na região - alimentado agora pelo Exército indiano e a onda de gozação que se seguiu.

Nos últimos anos, houve algumas tentativas de resolver o "mistério".

Twitter/Reprodução
'Prefeitura também achou pegadas do Yeti em Bombai' Imagem: Twitter/Reprodução

Em 2008, cientistas americanos examinaram pelos que testemunhas disseram à BBC serem do Yeti.

O grupo de pesquisadores concluiu à época que os pelos - obtidos no do Estado indiano de Meghalaya - pertenciam na verdade a uma espécie de cabra himalaia.

Em 2011, análises genéticas em um "dedo Yeti" levado do Nepal para Londres há meio século descobriram que se tratava de um osso humano.

E em 2013, testes de DNA em amostras de pelos realizados pelo professor de genética da Universidade de Oxford, Bryan Sykes, descobriram que eles combinavam com os de um antigo urso polar. Segundo o pesquisador, a explicação mais provável para o mito é a de que o Yeti seria, na verdade, um híbrido de ursos polares e ursos marrons.

De todo modo, o Exército indiano conseguiu realimentar a lenda e também provocar risos.

Twitter/Reprodução
'Ele veio à cidade para votar', diz o tuíte. A Índia está em meio a uma eleição geral Imagem: Twitter/Reprodução

Você é o produto: cada passo que você dá na web gera rastros e essas informações são usadas para te vigiar e influenciar o seu comportamento

Entenda