Topo

Tecnologia


Perguntas e respostas esclarecem novos recursos do iPhone 5, da Apple

Justin Sullivan/Getty Images/AFP
Smartphone iPhone 5, da Apple, é exibido em evento realizado em São Francisco (EUA) Imagem: Justin Sullivan/Getty Images/AFP

Do UOL, em São Paulo

2012-09-13T12:35:04

2012-09-14T15:50:50

13/09/2012 12h35Atualizada em 14/09/2012 15h50

Após muita espera e a confirmação de muitos rumores, a Apple mostrou o iPhone 5 na última quarta-feira (12) durante evento nos Estados Unidos. Para esclarecer o que tem de novo na última versão do smartphone da Apple, o UOL Tecnologia reuniu perguntas e respostas sobre o iPhone 5. Há desde um resumo das especificações a perguntas relacionadas ao funcionamento do celular no Brasil. Confira abaixo:

1) O que é o iPhone 5?

O smartphone iPhone 5 é a sexta geração de smartphone da Apple apresentado na última quarta-feira (12) nos Estados Unidos.

2) Se esta é a sexta geração do smartphone, por que ele é o iPhone 5?

É basicamente uma questão de ordem da Apple. O fato é que a empresa utilizou critérios diferentes para batizar a sua linha de smartphones. O iPhone 5 foi antecedido pelo iPhone (modelo apresentado em 2007), iPhone 3G (lançado em 2008), iPhone 3GS (de 2009), iPhone 4 (de 2010) e iPhone 4S (de 2011). Logo, o iPhone 5 é o sexto da lista de lançamentos da empresa americana.

Veja imagens do lançamento do iPhone 5 e dos novos iPods
Veja Álbum de fotos

3) O que ele tem de novo?

Resumidamente, o iPhone 5 conta com sete novidades comparado ao seu antecessor. São elas:

- Processador: o smartphone da Apple ganhou um chip mais esperto chamado A6. A companhia não deu detalhes sobre ele. Apenas garantiu que ele o processador é duas vezes mais rápido que o anterior e tem o dobro de capacidade de processamento de gráficos. 

- Tamanho de tela: a Apple resolveu mudar a tela do aparelho após cinco versões seguidas com o mesmo tamanho (3,5 polegadas). O novo iPhone 5 conta com um display de 4 polegadas. Em termos práticos, isso vai permitir que o usuário tenha uma linha a mais de aplicativos.

- Conexão 4G: após vários fabricantes concorrentes anunciarem modelos que suportam 4G no mercado americano, a Apple decidiu apresentar o iPhone 5 com o recurso que permite utilizar internet móvel com velocidade ultrarrápida. No papel, essas redes podem oferecer download de até 100 Mbps (Megabits por segundo). Em testes recentes do UOL Tecnologia do 4G no Brasil, a velocidade atingiu 50 Mbps.

- Mais fino e mais leve: o iPhone 5 sofreu uma leve recauchutagem comparado ao seu antecessor. O aparelho agora tem 0,76 cm de espessura comparado a 0,93 cm do iPhone 4S. No que diz respeito ao peso, o novo iPhone tem 112 gramas comparado a 140 gramas do último smartphone da marca.

- Novo conector: a Apple substituiu o conector de 30 pinos (utilizado em quase todos os portáteis da marca: do iPod ao iPad) pelo lightning, um conector bem menor.

- EarPod: os novos aparelhos da fabricante americana virão com um novo fone de ouvido chamado EarPod. Segundo a companhia, o fone consegue se adaptar aos diferentes tipos de orelha dos usuários. Nos EUA, ele custa US$ 29.

EarPod

  • Jeff Chiu/AP

    Fones de ouvido do iPhone 5 têm design diferente do que era vendido anteriormente

- iOS 6: o iPhone 5 virá de fábrica com o sistema operacional iOS 6 apresentado pela Apple em junho. Como novidade, o software trará um sistema próprio de mapas que funcionará como um GPS convencional (inclusive falando as direções), integração com o Facebook e a assistente Siri em novas línguas (ainda não tem versão em português). Veja aqui os recursos que o iOS 6 traz aos gadgets da Apple.

4) Quanto custará o iPhone 5?

Até o momento, a Apple apenas anunciou o preço do iPhone 5 para o mercado americano. Os valores são: versão de 16 GB (US$ 199), 32 GB (US$ 299) e 64 GB (US$ 399). Estes valores são aplicados para quem comprar o smartphone com um plano de dados de alguma operadora do país pelo período de dois anos.

A pré-venda do iPhone 5 começa nesta sexta-feira (14) na loja virtual da Apple. A venda nas lojas começará no dia 21 de setembro em nove países (Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Austrália, Japão, Hong Kong e Singapura).

  • Justin Sullivan/France Presse

    O vice-presidente de marketing de produto da Apple, Phil Schiller, explica os preços do iPhone 5, atrelado aos planos das operadoras de telefonia americanas

5) Quando o iPhone 5 vai chegar ao Brasil?

A Apple não revelou a data de lançamento no país. No entanto, durante a apresentação, a companhia revelou que até dezembro o smartphone será vendido em cem países -- o que leva a crer que o iPhone 5 estará à venda no Brasil para o Natal.

  • 4042
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2012/09/13/o-que-achou-do-novo-iphone-5.js

No ano passado, o iPhone 4S foi apresentado nos Estados Unidos em setembro e passou a ser comercializado no Brasil em dezembro.

6) Se eu comprar um iPhone 5 fora do Brasil e trazê-lo para o país, ele vai funcionar?

O iPhone 5 funcionará no país se estiver desbloqueado. Durante o lançamento do smartphone, a empresa não divulgou quanto custará o aparelho sem contrato com operadora. Durante a pré-venda, a companhia informou que as versões desbloqueadas do iPhone custarão: US$ 649 (16 GB), US$ 749 (32 GB) e US$ 849 (64 GB).

O usuário que comprar o aparelho com contrato de uma operadora fora do Brasil, além de ter o trabalho de desbloqueá-lo, deverá verificar se ele é compatível com as redes de telefonia brasileira. Caso o comprador não verifique, o iPhone funcionará, no máximo, como um iPod touch (que não permite fazer ligações ou acesso à internet móvel 3G).

Um exemplo de incompatibilidade ocorre com gadgets da Apple vendidos pela operadora americana Verizon. Pelo fato de os dispositivos terem sido desenhados para funcionar com a tecnologia CDMA, tanto o iPad na versão 3G como os iPhones não funcionam no Brasil (leia aqui cuidados para compra de smartphones no exterior).

7) Ele terá internet móvel funcionando com a tecnologia 4G. Vai funcionar no Brasil?

Não. Segundo as especificações da Apple, o iPhone 5 está preparado para funcionar em redes 4G de diversos países (Alemanha, Estados Unidos, Canadá, por exemplo), mas não foi feito para a faixa de frequências brasileira.

Porém, o usuário que adquirir um iPhone 5 poderá usar internet móvel 3G ou HSPA+, que as operadoras chamam de 3G Max. Este último de rede atinge velocidades até três vezes maior que o 3G convencional.

8) Ao comprar um iPhone 5, terei que trocar meu chip?

Sim. O novo iPhone conta com um chip diferente do micro-SIM, utilizado no iPhone 4S. O iPhone 5, para funcionar, precisa de um chip nano-SIM, cujas dimensões são 12,3 x 8,8 x 0,67 milímetros.

No Brasil, algumas operadoras vão começar a vender o chip na próxima semana pelo mesmo custo de um chip convencional: R$ 10.

9) A câmera do iPhone 5 continua com resolução de 8 megapixels. Mudou alguma coisa comparado ao iPhone 4S?

Sim. A câmera iSight, como a companhia costuma chamá-la desde o iPhone 4S, consegue capturar imagens até 40% mais rápido que a da versão anterior. Além disso, a câmera tem abertura f 2/4, o que permite tirar fotos melhores em ambientes escuros, e tira fotos panorâmicas.

10) Ao comprar um iPhone 5, ele já virá com o conector lightining. Mas ele terá um adaptador para os dispositivos com modelo antigo que eu tenho?

Não. Quem tiver um dock com conector antigo e adquirir um iPhone 5 deverá comprar um adaptador. Nos Estados Unidos, a companhia vende o adaptador por US$ 30.

  • Justin Sullivan/France Presse

    Apple exibe evolução de iPhones durante apresentação do iPhone 5 realizada nos EUA

Mais Tecnologia