Topo

Tecnologia


Homem que vazou imagens íntimas de Scarlett Johansson na internet pega dez anos de prisão

Reed Saxon / AP Photo
Chaney foi sentenciado após invadir contas online de 50 pessoas do entretenimento como Scarlett Johansson, Mila Kunis e Christina Aguilera Imagem: Reed Saxon / AP Photo

Do UOL, em São Paulo

2012-12-17T19:51:51

17/12/2012 19h51

Um juiz federal sentenciou nesta segunda (17) a dez anos de prisão Christopher Chaney, 35, que invadiu contas online de celebridades como Scarlett Johansson, Mila Kunis e outras mulheres. O cibercriminoso chantegeava as vítimas e vazou fotos íntimas delas na internet. As informações são da "AP".

Chaney, que se declarou culpado de nove acusações, entre elas a de acesso não-autorizado a computadores e escuta ilegal, recebeu a sentença do juiz James Otero em um tribunal de Los Angeles, nos Estados Unidos. O cibercriminoso terá de pagar US$ 76 mil de indenização às vítimas, entre elas Scarlett, segundo o "TMZ".

As invasões ocorreram entre novembro de 2010 e outubro de 2011. Chaney foi detido durante uma operação conduzida pela polícia federal norte-americana para combater crimes virtuais contra celebridades conhecida como "Hackerazzi" -- uma alusão às palavras hacker e paparazzi (fotógrafos de celebridades).

Durante a prisão, imagens de celebridades nuas foram encontradas no computador do hacker. Chaney também chantageou mulheres que ele conhecia, enviando de fotos nuas de uma ex-colega de trabalho ao pai dela.

Chaney teria conseguido acesso às contas das celebridades ao acessar perguntas de segurança do login e adivinhar as senhas baseados em dados públicos que obteve sobre as vítimas.

Uma vez que acessava uma conta de uma pessoa famosa, procurava outros endereços de e-mail para atacar que estavam entre os contatos dessa celebridade. O acusado ainda mantinha o controle sobre as contas, encaminhado todas as mensagens recebidas pelas vítimas para sua própria caixa de e-mails.

Mais Tecnologia