Topo

Tecnologia


Microsoft admite dificuldade no uso do Windows 8 e planeja mudanças

Frederic J. Brown/AFP
Tami Reller, diretora de marketing da Microsoft, exibe recursos do Windows 8 em edição de 2012 da CES Imagem: Frederic J. Brown/AFP

Do UOL, em São Paulo

2013-05-08T14:56:57

2013-05-08T15:25:15

08/05/2013 14h56Atualizada em 08/05/2013 15h25

Em entrevista ao jornal “The New York Times”, Tami Reller, diretora de marketing da Microsoft, deu alguns detalhes sobre o desempenho do Windows 8 e informou que a companhia tem notado a dificuldade dos usuários em utilizar o sistema operacional. A empresa deve apresentar ainda neste ano uma atualização para fazer com que o sistema fique mais fácil de usar.

“A curva de aprendizado [do Windows 8] é real e precisa ser corrigida”, disse a executiva, sugerindo que os usuários têm tido problemas ao usar o sucessor do Windows 7.

Na entrevista, Tami admitiu que a companhia tem trabalhado para corrigir as dificuldades dos usuários. Além disso, a empresa já desenvolve uma atualização a ser lançada ainda este ano para o Windows 8, chamada internamente de Windows Blue.  

A executiva da gigante de software não deu detalhes sobre o que vai ser alterado com a atualização. Ela apenas limitou-se a dizer que as modificações beneficiarão especialmente usuários de computadores tradicionais, sem telas sensíveis ao toque.

Uma das maiores faltas sentidas pelos usuários do Windows 8 é o menu Iniciar, que foi removido do sistema operacional. Vários rumores apontam que o item vai voltar na atualização Windows Blue.

Tami não confirmou a informação sobre a volta do menu iniciar. No entanto, ela disse que a Microsoft tem mudado a estratégia de venda do Windows 8, enfatizando aos promotores de venda a  importância da interface desktop no sistema. “Nós, a princípio, falávamos de desktop como se fosse um aplicativo [do Windows 8]. Porém, para os compradores de computador o desktop é importante.”

A Microsoft afirma que, segundo pesquisas internas, o grau de satisfação dos consumidores com Windows 8 em aparelhos touchscreen foi praticamente igual ao do Windows 7. O problema está concentrado em usuários de dispositivos convencionais (com teclado, mouse ou trackpad). “Nós precisamos fazer com que essas pessoas aprendam rapidamente como usar”.

Vendas do Windows 8

Em seis meses foram vendidas 100 milhões de licenças do sistema Windows 8, segundo dados oficiais da Microsoft. De acordo com a companhia de software, , o número segue o ritmo de vendas da versão anterior, o Windows 7.

Projetado para funcionar em dispositivos com tela sensível ao toque, o Windows 8 trouxe uma das maiores mudanças de visual do sistema operacional da Microsoft. Uma das principais foi o uso de tiles (blocos interativos), que exibem informações em tempo real de determinados aplicativos.

Mais Tecnologia