Topo

Tecnologia


Google anuncia compra do aplicativo de navegação social Waze

Reprodução
O aplicativo Waze ajuda os motoristas a terem notícias do trânsito em tempo real Imagem: Reprodução

Do UOL, em São Paulo

2013-06-11T12:55:08

2013-06-11T13:12:44

11/06/2013 12h55Atualizada em 11/06/2013 13h12

O Google informou nesta terça-feira (11) que adquiriu o aplicativo israelense Waze, que permite navegação por GPS com caráter social.  A companhia de buscas não deu detalhes da operação, apenas disse que, a princípio, o desenvolvimento do aplicativo (disponível para iOS e Android) continuará em seu país de origem.

Os rumores de que o aplicativo seria comprado pelo Google começaram a aumentar na semana passada. Inclusive, um jornal israelense chegou a dizer que a empresa americana compraria o serviço por US$ 1,3 bilhão (cerca de R$ 2,8 bilhões) – informação que não foi confirmada com o fechamento do negócio. Segundo a agência de notícias "Bloomberg", uma fonte ligada à operação informou que o Google pagou US$ 1,1 bilhão (aproximadamente R$ 2,35 bilhões) na aquisição.

“O time de desenvolvimento do Waze continuará em Israel e vai operar de forma separada. Nós estamos animados com a possibilidade de melhorar o Google Maps com informações de trânsito fornecidas pelo Waze e também de melhorar o Waze com as possibilidades de busca do Google”, escreveu Brian McClendon, um dos responsáveis pela área de mapas do Google, em post no blog oficial da empresa (em inglês).

Com mais de 40 milhões de usuários, o Waze é um programa de GPS que conta com informações, alimentadas por usuários, em tempo real do trânsito. Ao acessá-lo, é possível, facilmente, saber se determinada via está congestionada ou mesmo saber de blitzes policiais.

No mês passado, alguns veículos de mídia de Israel também citaram que o Facebook se interessou pelo programa e que iria pagar cerca de US$ 1 bilhão por ele. No entanto, a companhia, supostamente, recuou e não se mostrou mais interessada no negócio.

Mais Tecnologia