Topo

Tecnologia


Galaxy Note 3 'promove' caneta S Pen para facilitar vida do usuário

Juliana Carpanez

Do UOL, em Berlim (Alemanha)*

2013-09-05T08:26:26

05/09/2013 08h26

Na apresentação do Galaxy Note 3, nesta quarta-feira (4), a Samsung descreveu a nova geração do smartphone como mais fina (8,3 mm), mais leve (168 gramas), mais larga (5,7 polegadas) e com maior duração de bateria. Apesar dessas mudanças, o principal destaque do aparelho vai mesmo para a caneta S Pen, que ficou mais integrada ao smartphone, facilitando o uso (nem sempre simples) de seus muitos recursos.

O aparelho foi apresentado na cidade de Berlim, em um evento que antecede a abertura oficial da feira de tecnologia IFA 2013, realizada de 6 a 11 de setembro na capital alemã. A fabricante sul-coreana informou que a novidade estará disponível em mais de 140 países a partir de 25 de setembro, mas não divulgou preços.

Com suas 5,7 polegadas, o grandão Note já não impressiona mais pelo tamanho avantajado – os celulares com telas gigantes caíram no gosto do público, que vem aderindo cada vez mais à categoria dos phablets (híbridos de smartphones e tablets).  Agora, a Samsung se mostra interessada em ajudar os consumidores a usar de forma simplificada aquilo que o seu celularzão (ou o tabletezinho) tem a oferecer.

Direto ao ponto

Nome: Galaxy Note 3
Sistema: Android 4.3 Jelly Bean
Processador: Octa-core (3G) ou quad-core (4G)
Câmeras: 13 megapixels traseira e 2 megapixels frontal; grava vídeos em ultradefinição (4K)
Memória: 3GB
Armazenamento: 32 GB ou 64 GB expansíveis com cartão de memória

E é justamente aí que entra a S Pen. O acessório - que já ajudava a produzir conteúdo nas outras versões do Galaxy Note - foi promovido e virou ferramenta de acesso a um menu rápido.

No breve teste feito pela reportagem do UOL Tecnologia, a S Pen realmente se mostrou mais útil que nas versões anteriores, agilizando o uso.

São necessários poucos minutos para entender o funcionamento e, passada a fase “manual de instruções”, a novidade agrada.

David Park, executivo da divisão de portáteis da Samsung, disse que o novo smartphone não exige curva de aprendizado e explicou que seu funcionamento se baseia em um ponto, um círculo e um quadrado (entenda a seguir).

Tudo isso com o uso da caneta, definida por ele como “a chave” para acesso às novidades do Note 3. 

Independente das mudanças, ainda é possível dar comandos com os dedos – uma alternativa eficaz, porém um pouco mais restrita.

Note 3 fica mais potente e ganha novas funções com caneta S Pen

Ponto (air command)
Quando o usuário clica no botão da S Pen e encosta na tela (eis o tal “ponto” citado por Park), o Note 3 abre um menu chamado air command, facilitando o acesso a cinco recursos. São eles: Action Memo (escrever com letra de mão na tela), Scrapbook (coletar e reunir conteúdo de diversas fontes), Screen Write (captura a tela e escrever comentários sobre esta imagem), S Finder (buscar conteúdo em todo o celular) e Pen Window (desenhar e abrir outro menu com mais recursos úteis).

Seu uso é realmente muito fácil. Basta seguir a sequência “apertar o botão antes, tocar na tela depois”, para que a paleta de comandos se abra. A partir daí, o aparelho obedece rapidamente às ordens, mostrando ótima integração com a caneta e também um conjunto de hardware bastante esperto.

Círculo (Scrapbook)
Dentro do air command fica o “círculo” também mencionado por Park: trata-se do recurso scrapbook. Basta o usuário circular qualquer conteúdo (uma foto na internet, um trecho de e-mail, uma notícia, um recado em redes sociais) para transferir essas informações a seu “scrapbook”, acessando-as futuramente.

Funciona como uma espécie de “lista de leitura” existente nos gadgets da Apple, mas com apresentação mais caprichada (lembra a rede social Pinterest) e organizada (dá para classificar o conteúdo por assunto, como “amigos”, “férias”, “compras”, “gatos”).  Com um clique, o usuário consegue voltar à fonte de onde aquela informação foi tirada (um site de notícias, por exemplo).

Quadrado (Pen Window)
Por último aparece o “quadrado”, que é a ferramenta Pen Window (também acessível via “air command”). Ao selecioná-la e desenhar um quadrado sobre a tela do Note 3, uma janela cheia de aplicativos úteis para o dia a dia se abre: nela, há os ícones de telefone, contatos, calculadora, YouTube e relógio, por exemplo.

Quando abertos, esses aplicativos funcionam simultaneamente com outros recursos do aparelho. No exemplo dado durante o evento em Berlim, um executivo da Samsung abriu a calculadora sobre uma troca de mensagens – assim, era possível fazer contas durante a conversa de negócios.

Multitela
Com uma tela que aparece entre as maiores do mercado desde sua primeira geração, o Galaxy Note pode se dar ao luxo de dividi-la em duas partes: com a multijanela, dois recursos compartilham o espaço, funcionando simultaneamente.

Entre as novidades dessa função está a possibilidade de abrir um mesmo aplicativo duas vezes. Em uma troca de mensagens, por exemplo, dá para conversar ao mesmo tempo com dois contatos diferentes.

Outra nova possibilidade é a de clicar e arrastar conteúdo entre as janelas. Se o usuário estiver conversando com alguém e quiser enviar uma foto, pode simplesmente puxar a imagem da galeria para o aplicativo de bate-papo, que ela será transferida para a outra janela. E, se quiser alterar a exibição, pode trocar o que aparece na tela de cima e de baixo com um só clique. 

Especificações
Ao contrário de outros aparelhos top de linha da Samsung, o Note 3 abandonou a estrutura com visual de plástico e foi revestido na parte traseira por um material que imita couro. Com visual refinado, o aparelho vem em três cores: preto, branco e rosa. Há capinhas em diversas outras opções de cores.

O aparelho com sistema operacional Android 4.3 (Jelly Bean) será comercializado em duas versões: uma com processador octa-core (oito núcleos) de 1,9 GHz para redes 3G, outra com processador quad-core (quatro núcleos) de 2,3 GHz para redes 3G e 4G (segundo a Samsung, é compatível com todos os tipos de redes LTE);

Ele tem ainda câmera traseira de 13 megapixels, frontal de 2 megapixels, capacidade de gravar vídeos em ultradefinição (4K), 3 GB de RAM e capacidade de armazenamento que vai de 32 GB a 64 GB (expansível com cartão de memória).

*A jornalista viajou a convite da Philips 

Mais Tecnologia