Topo

Tecnologia


Por US$ 699, óculos inteligentes da Epson têm visual 'fundo de garrafa'

Robyn Beck/AFP
Controle dos óculos é feito em um controle remoto, que roda plataforma Android e oferece acesso Wi-Fi Imagem: Robyn Beck/AFP

Do UOL, em São Paulo

2014-01-08T12:10:38

08/01/2014 12h10

A Epson apresentou na feira de tecnologia CES 2014 os óculos inteligentes Moverio BT-200, que devem ser lançados em março por US$ 699 (cerca de R$ 1.665). Com visual pesado e lentes grossas, típica dos acessórios classificados como “fundo de garrafa”, a novidade promete criar ''uma mistura dos mundos físico e digital'' baseada na realidade aumentada. Com isso, seria possível visualizar em uma pequena tela LCD dados relacionados ao cenário real.

Trata-se da segunda geração dos óculos inteligentes da Epson. Chamada de Moverio BT-100, a primeira versão oferece uma lente toda preta que simula 80 polegadas, onde o usuário visualiza conteúdo digital.

No modelo mais novo, as lentes dos óculos são transparentes – daí a possibilidade de interagir com o mundo real. A lente direita tem uma câmera frontal para realidade aumentada, enquanto a esquerda permite exibição de conteúdo em 3D. Segundo o fabricante, as imagens exibidas ao usuário têm resolução de 960 x 540 pixels.

O acessório vem com uma espécie de controle remoto, que roda o sistema operacional Android 4.0, além de oferecer acesso Wi-Fi e conexão Bluetooth. Os comandos das funções são todos feitos por esse controle, em uma espécie de touchpad (superfície sensível dos notebooks). As hastes contam com um sistema de som.

A empresa não divulga as dimensões ou peso do novo aparelho, dizendo apenas que ele ficou 60% mais leve. O BT-200 é visivelmente mais parrudo que os óculos inteligentes do Google, ainda restritos para desenvolvedores por US$ 1.500 (cerca de R$ 3.570). O Google Glass está previsto para ser lançado ao público geral ainda em 2014.

Mais Tecnologia