Topo

Tecnologia


Com clipe para orelha, pulseira dá uma 'mãozinha' ao atender ligações

Divulgação
Pulseira Talkband B1 monitora saúde do usuário; a tela é destacável e vira fone durante as ligações Imagem: Divulgação

Ana Ikeda

Do UOL, em Barcelona (Espanha)*

2014-02-26T09:24:42

26/02/2014 09h24

O conceito de eletrônico “vestível” fica ainda mais interessante quando podemos vesti-lo em mais de uma parte do corpo. Este é o caso do Talkband B1, da Huawei: além de funcionar como pulseira inteligente, uma parte destacável vira fone de ouvido Bluetooth.

Como pulseira, a TalkBand B1 pode registrar informações ligadas à saúde do usuário, como contagem de passos, distância percorrida durante atividade física, gasto calórico e padrão de sono. Na telinha de 1,4 polegada, o usuário pode ver esses dados de monitoramento, além de informações "puxadas" do telefone celular.

  • Divulgação

    É possível ver na tela de 1,4 polegada as horas, chamadas e dados sobre a saúde

É possível ver no pulso, por exemplo, quando alguém está ligando. Basta então apertar um botão que destaca a pulseira da tela, levando esta peça à orelha – ela vira um fone durante as chamadas. Tudo via Bluetooth 4.1.

Seu uso no pulso é confortável. Na orelha, a sensação se assemelha à de um fone de ouvido – útil para atender às ligações, mas o uso prolongado pode incomodar. É fácil destacar as peças, mas a tarefa exige as duas mãos. Por isso, se estiver dirigindo, o usuário terá de parar o carro se quiser fazer a pulseira virar um headset. 

Segundo a fabricante, o gadget demora cerca de duas horas para ser completamente carregado, mas aguenta duas semanas em stand-by ou sete horas em conversação. Uma das vantagens da pulseira inteligente da Huawei é sua compatibilidade com dispositivos de outras marcas. Ela funciona com iOS (a partir da versão 5) e Android (2.3 ou superior).

A TalkBand B1 custará 99 euros (cerca de R$ 318) e será lançada em março.

* A jornalista viajou a convite da Ericsson 

Mais Tecnologia