Topo

Tecnologia

Brasil tem 10 milhões de usuários do Tinder; criador explica sucesso do app

Divulgação
Justin Mateen, 28, cofundador e diretor de marketing do Tinder, acredita que o aplicativo faz sucesso, pois facilita a socialização das pessoas Imagem: Divulgação

Guilherme Tagiaroli

Do UOL, em São Paulo

23/04/2014 06h01Atualizada em 23/04/2014 13h45

Redes sociais só para reunir conhecidos existem aos montes, mas e uma só para fazer novos amigos? Essa foi a linha de pensamento que levou a criação do Tinder em 2012 por alunos da Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos.  Segundo a companhia, o aplicativo tem 100 milhões de usuários no mundo todo – sendo 10% do Brasil, um de seus principais mercados.

“Essencialmente, promovemos uma apresentação entre duas pessoas”, definiu Justin Mateen, 28, um dos fundadores da plataforma, em entrevista ao UOL por telefone. O Tinder é um aplicativo gratuito disponível para iOS e Android, e para utilizá-lo, é necessário ter uma conta no Facebook.

A companhia, que tem 33 funcionários em Los Angeles (Califórnia), é sustentada por investidores. Porém, de acordo com Mateen, em breve eles devem lançar recursos pagos ao serviço (aquilo que já funciona não vai ser pago, prometeu o cofundador). Além disso, alguns usuários famosos ganharão uma espécie de selo de autenticidade, pois, segundo o cofundador, há muitas celebridades que usam, mas as pessoas sempre acham que é brincadeira.

Em entrevista, Justin Mateen falou  sobre o funcionamento do aplicativo, o que faz dele diferente de outras redes e sobre as características que fazem do Brasil um mercado único para o Tinder. Confira os principais trechos.

UOL Tecnologia: Como você definiria o Tinder para quem não conhece o aplicativo?

Mateen: Essencialmente, promovemos uma apresentação entre duas pessoas. Não estamos dizendo como você deve usar o Tinder. É comum que as pessoas usem para achar parceiros.

No entanto, pode ser para um relacionamento amoroso, amizade ou para fazer negócios. Quando você vai a uma festa ou a um café, ninguém chega para você e diz: "Estou aqui para achar uma mulher" ou "estou aqui apenas para fazer amigos". São os usuários que definem como usar a ferramenta.

Tinder em números

  • Usuários

    10 milhões de usuários no Brasil; no mundo são 100 milhões

  • Base de usuários

    Crescimento de 2% ao dia no Brasil

  • Perfil

    80% dos usuários brasileiros são solteiros e com idade entre 14 e 35 anos

  • Downloads

    1 milhão de downloads nos meses de dezembro/2013 e janeiro/2014

  • Ranking

    O Brasil é um dos três países com mais usuário no mundo

  • Comportamento

    Usuários fazem login 11 vezes por dia, totalizando 7 minutos de navegação

UOL Tecnologia: Qual a aceitação do Tinder no mundo?

Mateen: Estamos registrando diariamente cerca de 800 milhões de interações -- isso representa a soma de curtidas, "rejeições" e visualização de imagens dos perfis. Por dia, também são feitos mais de 10 milhões de matches [combinações: quando duas pessoas gostam uma da outra, elas podem começar a bater papo].

Divulgação
Aplicativo Tinder combina usuários que curtem um ao outro na rede social Imagem: Divulgação

A atividade do Tinder no Brasil está tão intensa que adicionamos 1 milhão de novos usuários nos últimos dois meses.

UOL Tecnologia: O que você acha que faz do Brasil um mercado único para o Tinder?

Mateen: Os brasileiros são muito sociáveis e têm um desejo de se conectar e encontrar o maior número de pessoas possível. Culturalmente, vocês são bem receptivos, mas ao mesmo tempo muito ocupados. E o Tinder faz você ser sociável no lugar onde estiver. Além disso, o usuário tem pleno controle sobre com quem interage.

UOL Tecnologia: Por que você acha que o Tinder faz sucesso? Quais os elementos que tornam o Tinder um sucesso?

Mateen: É simples, divertido e parece um jogo. Fazemos um grande esforço para que os usuários se sintam confortáveis com o aplicativo.

Antes de bombar o aplicativo, fizemos questão de que os usuários iniciais fossem pessoas sociáveis e que apresentassem algum tipo de destaque em seus grupos. Funcionou com esse grupo e depois replicamos.

UOL Tecnologia: Você não acha que a forma como o Tinder funciona pode soar um pouco cruel? Porque, basicamente, o usuário fica em seu smartphone aprovando ou desaprovando as pessoas...

Mateen: Não penso assim, pois o primeiro contato com uma pessoa é justamente o físico. No  próximo passo, as pessoas começam a conversar e a tentar achar algo em comum, para poderem estabelecer um laço de confiança.

E o que fazemos no Tinder é justamente isso, mas com a vantagem que você já sabe o que tem em comum com a outra pessoa, inclusive aspectos do gosto dela. É como encontrar alguém em uma festa, só que o processo é mais fácil.

UOL Tecnologia: Como vocês planejam ganhar dinheiro com o Tinder?

Mateen: Estamos concentrados em aumentar o número de usuários internacionalmente e em melhorar a experiência do usuário.

A tendência é que o Tinder se transforme em uma plataforma social, na qual o aplicativo seja usado menos para arrumar encontros, e mais para conversas e compartilhamento de conteúdo.

Divulgação
Após dois usuários curtirem um ao outro no Tinder, o aplicativo permite que eles conversem em chat Imagem: Divulgação

Uma das formas que consideramos para ganhar dinheiro é inserir compras dentro do aplicativo. Nós não vamos cobrar os usuários pelos recursos que já estão disponíveis, mas pensamos, por exemplo, em fazer com que o usuário consiga voltar para ver alguém que descartou.

Há várias outras coisas, mas tudo que consideramos incluir é apenas para tornar a experiência mais divertida.

UOL Tecnologia: Consideram colocar avisos de segurança no aplicativo? Pois há muitas pessoas que se encontram com usuários a partir do programa

Mateen: Não. O objetivo é formar uma conexão e, não necessariamente, encontrar com alguém pessoalmente.

O conselho que dou aos usuários que querem encontrar alguém é mostrar autenticidade, que suas fotos mostrem, de fato, quem você é. Se uma pessoa séria quer encontrar alguém com o mesmo perfil, então prefira imagens em que se está vestido de forma mais contida. Se você gosta de sair, poste fotos suas na balada.

É tudo sobre suas intenções e sobre o que você espera das outras pessoas. O Tinder acaba sendo uma extensão da vida real para socialização e as linhas são muito tênues.

UOL Tecnologia: Você usa o Tinder? Já se encontrou com pessoas que conheceu?

Mateen: Lógico. Uso todos os dias. Já comecei alguns relacionamentos, tanto amistosos como românticos. E já achei pessoas muito interessantes.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais Tecnologia