Topo

Tecnologia


Novos iPhones já estão à venda no país; veja o que analisar antes da compra

Do UOL, em São Paulo

2014-11-14T00:01:00

2014-11-15T04:31:47

14/11/2014 00h01Atualizada em 15/11/2014 04h31

As vendas dos novos iPhones 6 e 6 Plus no Brasil se iniciaram na primeira hora desta sexta-feira (14). As operadoras do país --para atender à ansiedade dos Apple maníacos-- anteciparam a abertura de suas principais lojas para a 0h. Mas, antes de investir no produto, vale a pena se atentar a alguns detalhes.

O iPhone 6 é uma opção mais viável para aqueles consumidores que não abrem mão da última geração dos smartphones da Apple, mas não se adaptam às telas gigantes e preferem manipular o aparelho com apenas uma mão.

Já o iPhone 6 Plus cai melhor para aqueles que usam o celular para jogar e/ou assistir a filmes. Também é uma alternativa mais viável para os consumidores que têm problema de visão e que usam o celular como computador. As novas versões estão mais robustas, mais bonitas, mas também bem mais caras

Os lançamentos da Apple estavam em pré-venda desde o último dia 7 de novembro no site da empresa norte-americana. O modelo mais barato, o iPhone 6, de 4,7 polegadas, com capacidade de armazenamento de 16 GB custa R$ 3.199. O mais caro, o iPhone 6 Plus, com tela de 5,5 polegadas, sai por até R$ 4.399 na versão com 128 GB.

Os valores são para aparelhos desbloqueados, com possibilidade de pagamento em 12 vezes sem acréscimo. Entre as maiores operadoras, Vivo e Claro oferecem descontos para a compra vinculada a planos pós-pagos. Na Vivo, o modelo mais barato (iPhone 6 com 16GB) sai por R$ 1.949 num plano com custo mensal de R$ 349,99. Já na Claro, o mesmo aparelho sai por R$ 2.148 num plano mensal de R$ 244. O iPhone 6 Plus 16GB sai por R$ 2.299 e R$ 2.508 respectivamente.  Na TIM, no plano Liberty+800, o consumidor paga R$ 1.999 no iPhone 6 16GB

Confira abaixo as diferenças entre os novos modelos e o iPhone 5s e identifique qual deles atende melhor a suas necessidades: 

 

Mais Tecnologia