Topo

Tecnologia


Windows 10: o que você precisa fazer antes de abandonar versões anteriores

Sérgio Vinícius

Do UOL, em São Paulo

2015-07-29T12:25:22

29/07/2015 12h25

Usuários do Windows 7 e 8.1 poderão atualizar suas máquinas com o Windows 10 sem quaisquer custos. Quem não gostar, promete a Microsoft, terá a possibilidade de voltar à versão de origem facilmente.

Há algumas semanas, apareceu na interface do sistema operacional a opção de se cadastrar para realizar a atualização. Quem optou pelo download futuro, atualmente, conta com um símbolo na barra inferior do sistema. Ao clicar ali, abre-se uma janela. Nela, há a análise de seu computador e as informações sobre compatibilidade de hardware e de software.

Entretanto, somente essas informações não são suficientes para garantir sucesso na utilização do Windows 10 ou, ainda, na volta aos sistemas 7 e 8.1 que estão previamente instalados no computador. Algo sempre pode dar errado (e na pior sequência possível). Abaixo, o UOL Tecnologia lista alguns cuidados e ações que você precisa tomar para lidar com o novo (ou o velho) sistema da Microsoft.

1. Faça backup de seus drivers 

Shuttetstock
Imagem: Shuttetstock

Em tese, depois de baixar e instalar o Windows 10, tudo o que está em seu computador continuaria funcionando bem. Ainda no campo das probabilidades, ao retornar ao Windows 7 ou 8, os sistemas surgiriam como antes. Isso não é garantido --a internet Wi-Fi pode desaparecer ou o sistema de áudio ficar mudo (típicos problemas de incompatibilidade ou sumiço de drivers). Assim, é altamente recomendado fazer um backup de seus drivers e armazená-los em disco externo (como um pendrive ou HD portátil). Um programa que varre sua máquina atrás de drivers e permite salvá-los é o DriverMax (http://zip.net/bhrJrx). Depois, ele permite facilmente reinstalá-los.

2. Faça backup de seus documentos em um HD 

iStock
Imagem: iStock

Pelos mesmos possíveis problemas citados no item acima, é sempre bom fazer uma cópia de segurança de tudo o que esteja em seu computador: textos, vídeos, áudios, apresentações. Você pode optar por salvar tudo em um disco externo, como um HD ou um pendrive. Nesse caso, um programa que pode te ajudar é o Backup Folder Sync (http://ziggi.uol.com.br/downloads/backup-folder-sync).

3. Guarde seus documentos na nuvem 

Getty Images
Imagem: Getty Images

Se você prefere optar por salvar seus documentos (textos, apresentações, planilhas, imagens, vídeos, músicas) em um ambiente virtual, as opções gratuitas mais populares do mercado são o Google Drive (www.google.com/intl/pt-BR/drive), One Drive (https://onedrive.live.com/about/pt-br) e Dropbox (www.dropbox.com). Em todos, é possível sincronizar automaticamente pastas e arquivos soltos. Eles permitem recuperá-los via navegador ou por aplicativo de smartphones e celulares.

4. Hardware necessário 

Reprodução
Imagem: Reprodução

A janela que aparece para usuários que optaram por realizar o upgrade gratuito informa se sua máquina é compatível com o Windows 10. Entretanto, a Microsoft também divulgou os requisitos de hardware necessários para rodar a nova versão do sistema operacional (do ponto de vista dos sistemas operacionais, você precisa ter o Windows 7 SP1 ou Windows 8.1 Update). Será necessário um processador de 1 GHz ou mais rápido. Além disso, a máquina deve apresentar 1 GB de RAM (para plataformas de 32-bit) ou 2 GB de RAM (64-bit). Espaço em disco requerido é 16 GB (Windows de 32 bits) ou 20 GB (64 bits). De quebra, DirectX 9 (ou superior) e display de 800x600 são necessários.

5. Tempo de instalação 

Reprodução
Imagem: Reprodução
 
De acordo com a Microsoft, o tempo de instalação do novo Windows 10, a partir do upgrade do 7 e 8.1, deve levar entre 20 minutos e uma hora. Para o download da atualização, entretanto, não há uma estimativa --a duração do processo deve variar de acordo com a conexão de internet do usuário, o tamanho final do pacote e os servidores da Microsoft.

6. Ainda dá para cancelar o upgrade 

Reprodução
Imagem: Reprodução

As primeiras versões de softwares e de sistemas operacionais (e muitos produtos de tecnologia, em geral) tendem a apresentar problemas que somente são corrigidos aos poucos, em atualizações, patches, edições x.1, x.2. Caso tenha reservado o upgrade para o Windows 10 e não deseje mais realizar agora, é possível cancelar. Para tanto, entre no ícone Baixar o Windows 10, ao lado do relógio do sistema. Na janela que abrir, vá ao símbolo dos três riscos horizontais (na parte esquerda superior) e entre em "Veja a confirmação". Na janela que abre, clique em Cancelar a reserva. Depois, confirme em Cancelar a reserva. Dê Fechar.

Mais Tecnologia