Topo

Tecnologia


Vender um app, ficar milionário e rodar o mundo... quem não quer? Ele fez

Divulgação
Garrett Gee e sua família estão viajando o mundo após obter fortuna com app Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

2016-06-30T13:20:47

30/06/2016 13h20

Viajar pelo mundo é provavelmente um dos sonhos mais desejados por todos nós. Ficar rico também. Ter uma bela família? Idem. Pois o designer de aplicativos Garrett Gee realizou e está realizando esses três sonhos neste exato momento que você lê este texto. E a melhor parte: até agora ele não precisou gastar nada dos seus US$ 54 milhões adquiridos na venda de sua empresa "startup" ao Snapchat.

Gee e sua mulher se conheceram em 2009 na Rússia como missionários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias. Ele também atuou um tempo como jogador de futebol em Utah, nos Estados Unidos.

Em 2011, ele criou um app chamado Scan, que escaneia, via câmera do smartphone, códigos de barra e códigos QR (aqueles cheios de quadradinhos). Alguns deles podem levar a conteúdos extras em sites de internet e programas de realidade aumentada, com imagens interagindo com o mundo real.

A companhia de mesmo nome fundada por Garrett foi vendida ao Snapchat para que o recurso seja usado dentro da rede social --segundo a revista "Fortune", o Snapchat já começa a fazer alguns testes com leitura de códigos QR que vão para abrir outros conteúdos. O código também é usado para entrar no WhatsApp Web.

Após vender a empresa, o casal achou que ainda podia mais. "Estávamos indo para o próximo passo típico na vida, construir uma casa e estabelecer-se em carreiras. Maaaas... meio que não! Não estamos prontos para isso. Sentimos que ainda temos muito a aprender sobre a vida e a felicidade antes que possamos criar a nossa vida futura e em casa", disse Gee.

Ele, a mulher e os dois filhos pequenos começaram então o giro pelo mundo. E o dinheiro usado na viagem ainda nem veio da bolada, mas sim da venda de todos os bens da família adquiridos antes da transação. Tudo é registrado com fotos no Instagram e no YouTube.

Veja alguns dos registros da família em sua turnê pelo mundo, chamada de "Bucket List" ("Lista para chutar o balde", algo como "Coisas para fazer antes de morrer"), em países como Bahamas, Fiji, Havaí, Taiti, Indonésia, Tonga, Austrália, Tailândia e Nova Zelândia:

 

Any photographers out there?? Here are the different ways we go about getting family photos all together during our travels: Tripod. Set the 10 second timer then blitz into place. Usually only takes 100 to get 1 good one Video. Just record video and then screenshot our favorite part Ask a stranger. Those times usually result with the most funny stories.. Not all strangers like our hugging kissing pics! lol And sometimes we connect with local photographers throughout the world during our travels!! This photo was taken back in Utah by the oh so very talented @mattclayton21 /// #family #bucketlist #adventure #lds #provo #utah #byu /// @provo_ut @beautifuldestinations @brighamyounguniversity @provocity @mormonnetwork @travelandleisure

Uma foto publicada por The Bucket List Family (@thebucketlistfamily) em

Mais Tecnologia