Topo

Tecnologia


Agora dá para criar GIFs e máscaras no Telegram

Divulgação
Telegram permite criar GIFs e adicionar máscaras nas fotos Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

2016-09-26T10:30:28

2016-09-26T11:06:26

26/09/2016 10h30Atualizada em 26/09/2016 11h06

Quem usa o Telegram em vez do WhatsApp costuma se gabar que o aplicativo russo de mensagens lança recursos novos antes do rival. A atualização do Telegram que saiu na sexta-feira (23) veio para reforçar a tese, trazendo criação de GIFs personalizados --criados com a câmera do celular-- e máscaras.

As novidades chegaram na versão 3.12 do app para iOS e Android.

Agora quando você tira uma foto dentro do app, aparece um novo botão de pincel no editor, na parte inferior da tela. É só clicar nele para desenhar por cima, adicionar máscaras e texto. Tudo no estilo Snapchat de ser.

Na gravação de vídeo é diferente: é possível silenciar o vídeo. E quando você faz isso, você na verdade vai transformá-lo em um GIF, podendo editar o início e o fim do trecho que ficará em loop.

No primeiro teste do UOL, o GIF ficou "pixelado" em um celular Android, enquanto no iPhone rolou sem problemas.

A ferramenta de vídeo também traz a caneta, stickers e máscaras, mas por enquanto apenas na versão para iOS. É importante reforçar que as máscaras não possuem a capacidade de reconhecimento de face que há no Snapchat, isto é, ela ficará estática em uma determinada parte do quadro.

O Telegram costuma ousar mais que o WhatsApp ao trazer recursos novos. Duas coisas que surgiram antes nele foi o compartilhamento de GIFs --que até hoje não existe no WhatsApp-- e uma interface do app para usar em computadores desktop.

O WhatsApp, por sua vez, está ciente que a concorrência entre "messengers" para celular está acirrada --até o Google entrou na briga com o Allo-- e vem testando novos recursos com mais rapidez.

Algumas das novidades recentes do WhatsApp foram incluir emojis do iOS 10; acrescentar flash na câmera frontal, zoom em vídeos e stickers nas fotos; trazer esses mesmos stickers e caneta para os vídeos; integração com a assistente Siri para ditar mensagens escritas; e a notificação pessoal em grupos de conversas, que funciona mesmo se este mesmo grupo tiver sido colocado como "mudo" pela pessoa.

Veja aqui outras funções do Telegram que o WhatsApp não tem ou só trouxe depois.

Veja como acessar as mensagens apagadas no WhatsApp

olhardigital

 

 

Mais Tecnologia