Topo

Tecnologia


Conheça o Workplace, a criação do Facebook para competir com o Linkedin

Divulgação
WorkPlace Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

2016-10-10T16:19:15

10/10/2016 16h19

Pelo visto não basta Mark Zuckerberg ser dono da maior rede social (Facebook), do maior app de mensagens por celular (WhatsApp) e do maior app de fotos (Instagram): ele agora quer bater de frente com o Linkedin com o Workplace, plataforma nascida no Facebook para relacionamentos profissionais. Além da versão desktop, saíram apps para iOS e Android.

Segundo o comunicado oficial, o Facebook vem testando o Workplace há um ano com algumas organizações. Lançada oficialmente nesta segunda-feira (10), o Workplace já é utilizado por mais de mil empresas e organizações de todo o mundo.

Mercado Livre, Danone e booking.com são algumas das citadas no site oficial--, e 100 mil grupos já foram criados por lá. Entre os países que mais utilizam a plataforma, estão a Índia, os Estados Unidos, a Noruega, o Reino Unido e a França.

"Com o Workplace é possível que uma transportadora, por exemplo, se comunique com seus entregadores usando o Live ou até mesmo bancos utilizem a plataforma para compartilhar atualizações com suas agências", diz a nota sobre o lançamento.

As companhias pagarão apenas pelas pessoas que estão utilizando ativamente o produto --embora não esteja claro como avaliam essa atividade. A plataforma disponibiliza um período de três meses grátis, além de gratuidade ilimitada para ONGs e instituições educacionais. Os preços são US$ 1 para um pacote de até mil usuários ativos; US$ 2 para 1.001 a 10 mil usuários ativos, e US$ 1 para mais de 10 mil usuários ativos. 

O Workplace é basicamente um Facebook com algumas mudanças sutis para as empresas. Lá tem o feed de notícias, grupos de pessoas, chats, Facebook Live para vídeos ao vivo, pesquisas e botões de curtir/reações. 

Alguns dos recursos exclusivos para empresas aparecem no menu à esquerda da página principal, como "Equipes e projetos" para criar posts com esses objetivos; "Anúncios" para a empresa mostrar seus lançamentos publicamente, e "Discussões abertas" sobre temas diversos.

Ele também trará nas próximas semanas os Grupos Multi-Empresas, que permitem que funcionários de organizações diferentes trabalhem em conjunto. Esse recurso estará disponível para todos os consumidores nas próximas semanas.

Mais Tecnologia