Topo

Tecnologia


Uber bloqueia locais de funcionamento em São Paulo para evitar taxistas

Toby Melville/Illustration/Reuters
Imagem: Toby Melville/Illustration/Reuters

Do UOL, em São Paulo

2016-12-09T17:33:39

2016-12-09T20:04:57

09/12/2016 17h33Atualizada em 09/12/2016 20h04

Você já tentou chamar um Uber e não aparecia o campo para "definir o local de partida" ou nenhum carro aparecia no mapa? Pois isso é um bloqueio do próprio aplicativo para evitar confrontos com taxistas.

Fontes ouvidas pelo UOL Tecnologia informaram que alguns locais de São Paulo estão sendo evitados pela direção do Uber no Brasil. Dessa forma, quem tenta pedir um carro no aplicativo não consegue ser atendido. O objetivo é preservar a segurança dos motoristas da Uber. A empresa não fala oficialmente sobre o assunto.

Segundo informações obtidas pela reportagem, casas noturnas seriam os pontos principais desse "bloqueio". Os locais citados foram o Espaço das Américas e o Villa Country, no bairro da Barra Funda, no período da noite e madrugada. Sabe-se também que a rua de um sindicato de taxistas é outro local evitado. Se você enfrentou o problema em outro local ou horário, deixe em nossos comentários abaixo.

Uma fonte ligada ao Uber confirmou que esses e outros locais da cidade são desabilitados para se pedir carros em determinados horários. É por isso que durante o dia a situação não acontece.

Motorista do Uber é agredido por taxistas em Guarulhos

Band News

A solução é caminhar alguns metros para outro ponto livre de bloqueios, uma quadra na maioria das vezes, e assim a opção reaparece.

A informação não é divulgada publicamente pela Uber. Em nota, a Simtetaxis, representante de taxistas, informou que não aprova qualquer manifestação violenta. "Inclusive, a diretoria exige que este caso seja devidamente apurado pelos órgãos de segurança pública."

O Uber foi regulamentado pela Prefeitura de São Paulo em maio deste ano, mas mesmo isso não foi o suficiente para esfriar os ânimos entre motoristas particulares que trabalham para o app e os taxistas; ainda há protestos em outras cidades e até a Câmara dos Deputados começou a discutir um projeto de lei que dá aos taxistas exclusividade no transporte individual de passageiros em todo o País.

Mais Tecnologia