Topo

Tecnologia


Um cabo para tudo: conheça a solução das novas TVs para esconder fios

iStock
Imagem: iStock

Márcio Padrão*

Do UOL, em Las Vegas

2017-01-08T04:00:00

08/01/2017 04h00

Divulgação
TV LG Signature OLED W7 com sound bar e sem fios Imagem: Divulgação
Lidar com os fios e conexões da sua TV é sempre um pequeno transtorno: não apenas para plugar tudo no lugar certo --videogame, TV a cabo, internet, home-theater-- mas também manter esses cabos em uma disposição que não vire uma massaroca enfeitando sua parece. 

Seus problemas acabaram! A Samsung e a LG apresentaram suas ideias para acabar com os fios na CES de Las Vegas, maior feira de eletrônicos de consumo do mundo. A primeira criou a Invisible Connection, um cabo ótico transparente de 1,8 milímetros com até 15 metros de comprimento capaz de transmitir para a TV até conteúdo em resolução 4K. E é o único cabo que vai conectar a novíssima televisão da marca, a Q9, aos demais periféricos.

Uma ponta do cabo fica na TV, claro, e a outra vai para a caixa One Connect da Samsung com as devidas portas de entrada --quatro HDMI e três USB-- para você conectar todos os demais aparelhos. No estande da CES, uma caixa dessas estava exposta com um centro de mídia Roku, um blu-ray player e um aparelho de TV por assinatura. Para esses 15 metros de fio não ficarem volumosos, o cabo tem um carretel para enrolar o excesso.

Divulgação
QLED TV da Samsung com Invisible Connection Imagem: Divulgação

Desde 2015, a LG tem um conceito parecido, mas que ficou evidente na CES ao exibir sua nova TV, a Signature OLED W7. Para que a finíssima TV de 2,57 milímetros de espessura não tenha seu belo visual prejudicado por cabos, há um tipo de cabo fino, mas meio largo, que sai da parte inferior do televisor para a “soundbar”, de onde sai o áudio e que também serve de central para as demais conexões.

Agora ficamos na torcida para que essas iniciativas virem tendências nas demais fabricantes. Assim, o problema passará depois a ser outro: livrar-nos dos cabos do videogame, TV por assinatura e afins, porque afinal de contas eles não sumiram: só irão parar atrás de outro objeto. Será que os avanços no Wi-Fi serão capazes disso? 

* O jornalista viajou a convite da Qualcomm

Mais Tecnologia