Topo

Tecnologia

Stalkers por todo lado: um quarto das pessoas já invadiu Facebook alheio

Manjunath Kiran/AFP
Cuidado: seu Facebook pode estar sendo visto por outra pessoa Imagem: Manjunath Kiran/AFP

Do UOL, em São Paulo

27/01/2017 12h18

Se você suspeita que alguém espia seu Facebook, talvez não seja só uma paranoia. Um estudo feito pela University of British Columbia, no Canadá, identificou que 24% dos entrevistados acessou a página de alguém na rede social sem permissão. Outros 21% disseram que já foram vítimas, ou seja, sabem que tiveram o perfil acessado.

  • 50338
  • true
  • http://tecnologia.uol.com.br/enquetes/2017/01/27/voce-ja-invadiu-o-facebook-de-algum-conhecido.js

Os especialistas chamam essa ação de "ataque social interno", já que o invasor conhece a vítima e entra na conta por proximidade física do dispositivo (um celular, tablet, laptop...). Foram ouvidos 1.308 adultos que usam o Facebook nos Estados Unidos, e as motivações divididas em cinco categorias: diversão, curiosidade, inveja/ciúme, animosidade e utilidade.

As invasões não são novidade – você com certeza já viu posts estranhos de amigos, que pouco depois reapareceram para dizer que sua conta tinha sido invadida por alguém no trabalho ou em casa. Para alguns é uma brincadeira, mas em alguns casos a invasão é mantida em segredo e o assunto é um tabu, então os pesquisadores ressaltam que o número de invasões pode ser ainda maior.

Um tipo comum de ataque é o motivado por curiosidade ou ciúme/inveja. Nele, o autor busca mensagens privadas da vítima, que muitas vezes nem desconfia do acesso.

Para prevenir isso, vale usar aplicativos que exigem um código toda vez que são abertos, o que protege as informações mesmo quando o aparelho é deixado destravado. O leitor de digitais também pode ajudar isso.

Até lá, tome muito cuidado: pode ter alguém olhando seu Facebook por aí.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais Tecnologia