Topo

Tecnologia

Mais rico da China, dono da Alibaba desafia Zuckerberg a consertar Facebook

false
Zuckerberg está pressionado após escândalo de roubo de dados

Bloomberg News

09/04/2018 14h11

O cofundador da gigante chinesa do comércio eletrônico Alibaba, o bilionário Jack Ma, exortou Mark Zuckerberg a enfrentar as crescentes críticas de órgãos reguladores e usuários de todo o mundo ao Facebook e "realmente levá-las a sério".

O homem mais rico da China e presidente do conselho da Alibaba Group Holding deu palpite sobre a controvérsia nesta segunda-feira, defendendo que o colega pioneiro da internet deve "consertar" uma rede social que cresceu de forma explosiva nos últimos 15 anos. Indagado no Boao Forum sobre o furor em relação ao Facebook, o bilionário a princípio rejeitou perguntas, mas depois decidiu opinar sobre a crise enfrentada pela empresa americana.

Veja também: 

As ações do Facebook despencaram desde que a empresa revelou, em março, que pode ter compartilhado dados pessoais de dezenas de milhões de usuários com a Cambridge Analytica, uma empresa de pesquisas que ajudou a eleger Donald Trump presidente dos EUA. Usuários irritados lançaram a campanha #deletefacebook e órgãos reguladores de todo o mundo investigam a forma como a empresa lida com informações pessoais confidenciais.

"É hora de corrigir isso. É hora de o CEO realmente levar isso a sério. Acho que os problemas serão resolvidos", disse Ma aos participantes da conferência anual, na ensolarada ilha de Hainan.

Ele não detalhou seu ponto de vista, mas afirmou que a rede social é valiosa e que esses problemas podem ter surgido simplesmente por sua expansão gigantesca e sem precedentes.

"Não devemos matar a empresa por causa desses problemas", disse. "Há 15 anos, o Facebook não esperava crescer assim. Muitos problemas que eles não podiam imaginar apareceram."

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Newsletters

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero receber

Mais Tecnologia