Topo

Tecnologia


Robôs já podem aprender novas tarefas apenas observando humanos

Reprodução
Pesquisa da Nvidia mostra que robôs podem aprender tarefas observando humanos Imagem: Reprodução

Lucas Baranyi

Colaboração para o UOL Tecnologia

2018-05-24T04:00:00

2018-05-24T12:18:27

24/05/2018 04h00Atualizada em 24/05/2018 12h18

Mais um passo para que robôs se tornem mais parecidos com humanos foi dado: a Nvidia, empresa multinacional de tecnologia com sede na Califórnia, Estados Unidos, anunciou no último domingo (20) que um time de pesquisadores construiu um sistema de aprendizado que permite a um robô aprender novas tarefas simplesmente observando a mesma ação feita por um humano.

A tecnologia foi desenhada para melhor a comunicação entre homem e máquina, com o intuito de criar uma melhor dinâmica de trabalho entre a raça humana e os robôs.

VEJA TAMBÉM

“Para que robôs consigam executar tarefas úteis nos moldes oferecidos pelo mundo real, é necessário que seja fácil comunicar quais são as tarefas para eles; isso inclui tanto as dicas que podem ser dadas até as melhores maneiras de atingir esse resultado”, explicaram os pesquisadores durante o anúncio.

“Por meio de demonstrações, um usuário pode comunicar uma tarefa para um robô e dar instruções de como realiza-la da melhor maneira possível”, concluíram.

No teste, os cientistas colocaram quatro cubos de cores diferentes em cima de uma mesa e os empilharam em uma ordem específica – o cubo amarelo em cima do vermelho, depois o cubo verde e, por fim, o cubo azul – criando, dessa forma, três instruções distintas para o robô.

Em um primeiro estágio, a máquina percebe a existência desses objetos e os assimila. Na sequência, observa as ações realizadas pelo humano e cria uma relação entre eles. Por fim, executa a tarefa.

Igualmente surpreendente é a reação do robô quando, por um erro de cálculo em termos de profundidade, erra a colocação de um cubo: ele simplesmente volta a executar a tarefa, até que ela seja concluída com sucesso.

Confira a demonstração no vídeo abaixo.

Os cientistas estão apresentando a pesquisa na Conferência Internacional de Robôs e Automação (ICRA), que começou oficialmente na última segunda-feira (21) e vai até sexta-feira (25), em Brisbane, na Austrália.

Mais Tecnologia